Flores

7 tipos de orquídeas lindas e fáceis de cuidar

Se você gosta de orquídeas, já deve ter percebido como essas plantas são maravilhosas e diversificadas. Suas espécies são muito amplas e possuem características únicas, com exigências específicas na hora de plantá-las, como escolher o terreno mais adequado ou regá-las.

Cuidar de orquídeas é uma arte ao alcance dos amantes dessa flor exótica, desde que conheça seus requisitos. Se você quiser saber mais sobre essa flor de beleza única, esse artigo explica os tipos de orquídeas existentes e suas necessidades.

A orquídea, beleza e elegância natural em sua casa

As orquídeas são um gênero de plantas com mais de 2.500 variedades. São plantas perenes e pertencem a uma das maiores famílias botânicas da natureza, as Orchidaceae.

O seu aroma delicado e a sua beleza única fazem desta planta uma escolha perfeita para decorar interiores. No entanto, nem todos os tipos de orquídeas são iguais.

Algumas orquídeas raras são difíceis de encontrar, mas em geral essas flores vivem naturalmente em qualquer clima . Mais de 30.000 espécies de orquídeas estão espalhadas pelo mundo, adaptando-se aos mais diversos climas.

A forma de suas folhas varia de acordo com seu habitat. Espécies de locais quentes e úmidos tendem a ter folhas finas, enquanto aquelas de climas mais secos tendem a ter folhas grossas e grandes.

As raízes das orquídeas não costumam ser terrestres, são aéreas e possuem tubérculos que as ajudam a obter alimento. Embora possamos vê-las em jardins, as orquídeas são plantas epífitas, ou seja, costumam crescer em cima de outras plantas sem serem parasitas. Elas também armazenam seus nutrientes e a água de que precisam em pseudobulbos que lhes permitem sobreviver em caso de seca.

Quais são os tipos de orquídeas?

Como já dissemos, existem muitos tipos de orquídeas, com diferentes formatos e cores. A seguir explicaremos as características dos tipos de orquídeas mais comuns, para que você possa escolher a que mais se adapta a você de acordo com sua dificuldade de cultivo:

1. Phalaenopsis

Conhecida como orquídea borboletaa Phalaenopsis lembra uma borboleta em voo. Esse tipo de orquídea é a mais comum e costuma ser a escolha da maioria dos iniciantes, pois são extremamente resistentes e fáceis de cultivar. Podemos encontrar esta variedade na Ásia, Papua Nova Guiné e Austrália. Suas folhas são carnudas e de cor verde profundo e adoram crescer em uma árvore ou rocha. Normalmente florescem na primavera e no verão, mas as espécies mais comercializadas o fazem quase o ano todo. Necessitam de muita iluminação (sem exposição direta aos raios solares) e temperaturas entre 18 e 22°C, o que as tornam perfeitas para decoração de interiores.

Orquidea Phalaenopsis

2. Dendrobium

É outra das orquídeas mais comuns e fáceis de cuidar. Podemos encontrar este gênero em muitas partes do mundo, desde a Ásia até algumas ilhas do Pacífico ou Austrália. Como Phalaenopsis, elas adoram crescer em uma árvore ou rocha. Não é à toa que seu nome significa “aquele que mora na árvore”. As 1.500 espécies diferentes de Dendrobium também apresentam uma grande variedade de cores e formas, e dependendo do tipo de cana (dura ou mole) seu aspecto e cuidado podem ser um pouco diferentes. Em geral, a orquídea Dendrobium precisa de um local com luz abundante, mas não excessiva ou direta, e boa umidade do ambiente.

Orquidea Dendrobium

3.Cymbidium

Maior e mais volumosa do que as outras orquídeas, a Cymbidium pode chegar a uma altura de 80 cm. Outro ponto atrativo é a sua durabilidade, já que podem permanecer um mês floridas. Por esse motivo são muito utilizadas na decoração e em floriculturas.

Elas crescem na face sul do Himalaia, e podem passar parte da primavera e do verão ao ar livre, em um canto fresco e sombreado. Sua floração ocorre no inverno e suas folhas longas e muito verdes são perenes. Precisam de um local com muita luz, sem que seja direta, e suportam temperaturas entre 18 e 26°C.

Orquídea Cymbidium

4.Cattleya

Este gênero de orquídeas é muito popular e é considerada a ” rainha das orquídeas ” devido a sua cor, seu perfume e suas flores que podem chegar até 20 cm de diâmetro. Essa planta epífita, meio árvore meio flor, nativa da Amazônia, é uma variedade muito utilizada para decorar buquês e decorações florais. A Cattleya aprecia calor e umidade, além de boa luminosidade. Também precisam de borrifadas com frequência.

Orquidea Cattleya

5.Vanda

A Vanda cresce no sudeste da Ásia e chama a atenção com a beleza peculiar de suas raízes. Suas flores também são belíssimas e esbanjam graciosidade e delicadeza em uma diversidade de cores. Tanto, que é uma das espécies mais procuradas e adquiridas para cultivo.

Ela não necessita de substrato para desenvolver-se. Pode ser cultivada suspensa com suas raízes livres e soltas no ar. A liberdade de cultivo e a facilidade de manuseio garantem um efeito encantador na decoração ou no jardim. São orquídeas aéreas que se alimentam da umidade do ambiente e precisam de muita luz, embora seus cuidados sejam bem básicos. Claro, teremos que borrifar água em suas raízes regularmente.

6. Cambria

Ao contrário dos outros tipos de orquídeas, a Cambria é uma orquídea criada por humanos através de cruzamentos híbridos entre outras espécies. Esta flor não se encontra no seu estado natural, o que não diminui a sua beleza ou delicadeza. Este tipo de orquídea pode florescer em qualquer época do ano com flores de cores muito diferentes e é muito fácil de cultivar. Como as outras variedades, necessita de um local com luz não direta e rega regular, com temperaturas entre 15 e 20 °C.

Orquidea Cambria

7. Oncidium

Também chamada de orquídea chuva dourada por suas flores de amarelo intenso, esta variedade é nativa da parte tropical do continente americano (México, Brasil, Colômbia…). Sua floração ocorre entre o outono e a primavera com flores que podem variar do clássico amarelo a cores mais quentes como vermelho ou marrom. Os híbridos desta planta epífita são muito resistentes e são perfeitos para quem nunca teve uma orquídea. Precisam de muita luz não direta para florir, muita rega e temperaturas entre 12 e 22°C.

Orquidea Oncidium

Os tipos de orquídeas não param por aqui. A miltonia, o paphiopedilum ou o odontoglossum fazem parte das orquídeas mais utilizadas na decoração. 

Há também orquídeas raras, como a Habenaria Radiata ou a garça branca, caras e difíceis de encontrar. 

Habenaria Radiata

O certo é que, seja qual for a sua escolha, a orquídea se tornará uma planta essencial para dar à sua casa aquele toque refinado que tanto a define.

SHOPEE.COM.BR

Fertilizante Adubo Para Orquídea Npk 10 10 10 – 1Kg

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. Vanessa diz:

    Essas dicas foram super úteis para a minha escolha do tipo que queria cultivar. Além disso comprei um curso onde aprendi o passo a passo de como cuidar das minhas orquídeas, que me ensinou alguns segredos para conseguir ter orquídeas lindas e saudáveis, com florações todos os anos. Se alguém quiser saber qual é segue o link https://bit.ly/descomplicando-cultivode-orquideas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.