Frutíferas Plantas

Abacaxi: a história, os benefícios e como plantar

A maioria das pessoas conhecem o abacaxi e sua fruta suculenta. Mas você sabia que o abacaxi já foi simbolo de status e poder?

O abacaxi é nativo da América do Sul,  nome latino da fruta da fruta é ‘ananas comosus‘, que originalmente vem do guarani, que significa ‘fruta perfumada e excelente’.

Gravura de um abacaxi em ‘The new found World or Antartictike’ de Thevet, publicado em 1558.

A História do abacaxi

Os abacaxis chegaram pela primeira vez à Europa no século 16, trazidos pelo viajante e explorador, Cristóvão Colombo. Ele descobriu abacaxis em Guadalupe em 1493 e os trouxe de volta para a Espanha. Eles haviam sido cultivados em Guadalupe pela população que amava sua doçura saborosa e suculenta, e não é exagero dizer que os europeus foram à loucura por esta iguaria exótica! Um colono britânico, Richard Ligon, que tinha uma plantação de cana-de-açúcar em Barbados, escreveu na época que o abacaxi estava, “muito além das frutas mais seletas da Europa”.

Desde o momento em que foram introduzidos na Grã-Bretanha no século 15, tornou-se imediatamente claro que não poderiam ser cultivados no clima britânico inadequado. No entanto, as pessoas ainda tentaram, e por quase duzentos anos houve muitas tentativas fracassadas de cultivar a fruta. Eles finalmente conseguiram ter sucesso usando ‘estufas’ no século XVIII. Os abacaxis também eram famosos por serem difíceis de transportar das colônias sem estragar, portanto, devido à sua raridade, eles se tornaram incrivelmente populares e um símbolo de status nos séculos XVI e XVII.

Apenas os incrivelmente ricos poderiam pagar pela iguaria. Muitas pessoas famosas daquela época adoravam a fruta; Carlos II, Catarina a Grande, Luís XV e o rei Fernando da Espanha, para citar apenas alguns. Outro fator que contribuía para a popularidade do abacaxi era a falta generalizada de doçura na dieta da população da época. O açúcar de cana era caro, outras frutas eram sazonais e a população regular raramente teria provado algo tão doce.

pintura de Hendrik Danckerts de 1675 que mostra Carlos II recebendo o primeiro abacaxi cultivado na Inglaterra por seu jardineiro real, John Rose. Fonte: Wikimedia Commons

Eles ficaram tão famosos e cobiçados que, na verdade, estão presentes em um retrato de Carlos II. A icônica pintura “Carlos II apresentado com um abacaxi” (c 1677) – mostra Carlos II sendo presenteado com um abacaxi por seu jardineiro John Rose. 

Logo, os abacaxis se tornaram um sinal de hospitalidade e generosidade. Eles seriam a peça central nos jantares, não comidos, mas vistos, quase que reverenciados. Alguns até alugavam um abacaxi para uma noite e o levavam como um acessório! É claro que ter um abacaxi era um grande símbolo de status. Eles foram incorporados à escultura, arquitetura cívica, design em casas particulares, tribunais e estátuas. Você pode ver abacaxis no topo da Catedral de São Paulo em Londres, mas talvez o mais impressionante seja o gigante de pedra que fica montado no arco da Dunmore House em Falkirk. Nele você pode realmente ficar no prédio em forma de abacaxi. O abacaxi até apareceu em grande parte da literatura contemporânea, incluindo o escritor inglês Charles Dickens, que em seu romance’ David Copperfield ‘descreve como o próprio protagonista ficou fascinado pelos abacaxis que viu em Covent Garden.

Dunmore House

Existe um outro lado na reputação do abacaxi, além daquele como um símbolo de status para os ricos. Também era considerada uma iguaria erótica e até pecaminosa, algo excitante e tentador. Talvez algo saído do próprio Éden. Alguns até argumentaram que esse foi o fruto que causou a queda de Adão. A hipérbole usada na época em torno da ideia de que o abacaxi era um vício perigosamente delicioso não pode ser exagerada. Em 1638, Thomas Verney, outro colonialista inglês que vivia em Barbados, escreveu que o abacaxi era, na verdade, “a maçã com que Eva enfeitiçou Adão”. Isso é muito para depositar aos pés do fruto inocente. Considerando que Charles Lamb, um escritor e ensaísta contemporâneo, sugeriu que era ‘muito transcendente – um deleite, se não pecaminoso, mas tão inclinado a pecar que uma pessoa realmente sensível faria bem em parar.

É inegável que Charles Lamb definitivamente tinha uma queda por abacaxis. Em sua descrição quase erótica da fruta, ele realmente toca em uma peculiaridade particular da planta. O abacaxi é a única fruta que realmente te devora! Lamb afirmou que comer abacaxi era ‘prazer beirando a dor, pela ferocidade e insanidade de sua carne, como os beijos de um amante que ela morde’. Ele provavelmente gostou muito desta fruta. No entanto, você deve ter notado que, ao consumir a fruta deliciosamente ácida e transcendente do Éden, sua língua fica formigando. Isso ocorre porque o abacaxi contém a enzima Bromelaína que decompõe as proteínas. Então, na verdade, o abacaxi está quebrando as proteínas da sua língua enquanto você engole sua polpa. Um método de consumo estranhamente simbiótico. Felizmente, a sensação de formigamento cessa quando o abacaxi sai da boca. 

Eventualmente, como acontece com a maioria das coisas, a celebridade do abacaxi desapareceu. No século 18, eles eram mais facilmente importados das colônias e mais facilmente cultivados na Grã-Bretanha. Eles deixaram de ser escassos e cobiçados, tornando-se mais comuns e cotidianos. Outras tendências dominaram a consciência cultural, embora a fruta em si continuasse popular. Em 1900, James Dole iniciou a primeira plantação comercial de abacaxi no Havaí. Ele cultivou 75% dos abacaxis do mundo em seu auge. Agora, a demanda global por abacaxi é atendida pela Tailândia e pelas Filipinas. Hoje, é mais provável que vejamos abacaxis em latas ou, possivelmente, ao lado de um copo de coquetel. Mas antes eram muito caros para sequer sonhar em comê-los! Eles eram simplesmente para serem admirados e cobiçados enquanto adornavam a mesa de uma anfitriã ou o cotovelo de um rei.

Características e utilidades do abacaxi

O abacaxi ou pinha é uma planta tropical perene, membro da família das bromélias . Na natureza, ela cresce no solo e é polinizada por beija-flores. Como todas as bromélias, depois de florescer e dar frutos, começa a morrer novamente. No entanto, as plantas filhotes devem aparecer na base da planta. Elas podem ser colocadas em vasos e cultivadas como novas plantas.

O abacaxi é uma cultura de crescimento lento, demora muito para produzir frutos, normalmente dois anos.

O próprio fruto do abacaxi é um síncarpo sem sementes , um fruto único composto de muitas flores individuais. Os abacaxis são auto-incompatíveis e, como resultado, geralmente não têm sementes. A menos que você tenha diferentes variedades de abacaxi plantadas próximas, seus frutos não terão sementes.

Devido sua beleza e existência da coroa, o abacaxi é conhecido como rei dos frutos. Na gíria brasileira, é comumente utilizado significando algo que não apresenta bom resultado, devido o seu aspecto espinhoso.

Além da polpa, as cascas e o miolo do abacaxi podem ser utilizados para a produção de sucos. Previne dores de garganta e resfriados e é bom para a circulação por conter a enzima bromelina. Servindo também como tempero para amaciar carnes.

O abacaxi pode ser consumido in natura, industrializado sob a forma de geléia, vinho, cristalizado, passa, licor. Ao comprá-lo é bom observar se as folhas da coroa não estão secas nem murchas, se o cheiro está bom e se não existem manchas.

O melhor período de safra compreende o mês de dezembro a janeiro.
O abacaxizeiro é uma planta que atinge um metro de altura, já era cultivada pelos indígenas antes mesmo do descobrimento do país.

No Brasil, são cultivadas várias espécies, como o abacaxi amarelo, porém a que se destaca é a variedade Pérola, de polpa amarelo-pálida, sabor bastante doce, casca esverdeada, mesmo quando maduro e pouca acidez.

Os principais países produtores de abacaxi são os Estados Unidos, o Brasil, a Malásia, Formosa, México e as Filipinas.

Benefícios do abacaxi

1.    O abacaxi é um alimento energético:  A fruta oferece uma boa quantidade de nutrientes e pode ser consumida como um repositor energético após atividades física. Além das vitaminas citadas, ele também possui cálcio, magnésio e ferro, essenciais para o bom funcionamento do organismo.

2.    Auxilia no emagrecimento: O abacaxi facilita a digestão e melhora o funcionamento do intestino. Aliado a uma dieta equilibrada, suas propriedades antioxidantes combatem a retenção de líquidos, melhorando o funcionamento do metabolismo.

3.    Retarda o envelhecimento: Como a fruta possuí vitamina A e propriedades antioxidantes, ela auxilia na eliminação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento. A fruta também fortalece o sistema imunológico, fortalecendo o corpo no combate a doenças.

4.    Facilita a digestão: Muita gente utiliza o abacaxi como um amaciante natural para carnes. Mas o que pouca gente sabe é que a fruta possui a bromelina, enzima digestiva que facilita digestão de carnes. Também possui muitas fibras e celulose, substância imprescindível para o bom funcionamento do intestino.

5.    Expectorante natural: O Abacaxi é também um excelente expectorante contra tosse, bronquite e pneumonia. Aliado a outros alimentos como o mel e o agrião, o abacaxi é usado para combater afecções na garganta, uma vez que suas propriedades fortalecem o sistema imunológico. 

6.    A Bromelina presente no Abacaxi tem propriedades anti-inflamatórias e, assim, ajuda na prevenção de artrite e dor nas articulações.

7.    As doenças de pele, como o acne, rosácea, dermatite, eczema, psoríase e pode ser impedida por seu consumo devido às propriedades anti-inflamatórias.

8.    A imunidade pode ser aumentada com o consumo do Abacaxi, por ser uma boa fonte de Vitamina C, que irá ajuda na luta contra várias doenças microbianas.

9.    Os Minerais como o potássio ajuda a controlar a pressão arterial e freqüência cardíaca.

10. O Abacaxi é rico em Cobre, que desempenha um papel importante como um co-fator na síntese de células vermelhas do sangue.

11. O Abacaxi tem propriedades antioxidantes, devido à presença de vitamina A e mostrou-se ser eficaz em proteger contra o cancro do pulmão e oral.

12. Purificador de ar: a planta de abacaxi é mencionada nos estudos da NASA por melhorar a qualidade do ar por meio do bombeamento de oxigênio de qualidade. Isso significa que esta planta é saudável não apenas por seus frutos incríveis, mas por ser um filtro de ar!

Como plantar abacaxi

O abacaxizeiro é uma planta que gosta de sol e calor, mas é necessário proteger os frutos, durante o seu desenvolvimento, do excesso de luz para que eles não queimem. Por ser uma planta tropical, ela é fácil de encontrar em regiões litorâneas e resiste razoavelmente bem em períodos de seca. O plantio é relativamente simples e ele pode, inclusive, ser cultivado em vasos. Siga o passo a passo abaixo para você saber como plantar abacaxi.

Época de plantio

Dentre todas as épocas, o melhor para plantar o abacaxi é no fim do verão. Ou seja, no mês de março. Isso acontece porque a temperatura e umidade são ideais para as plantas novas.

Separe a coroa

Para iniciar, é necessário separar a coroa de uma fruta que não esteja nem verde, nem madura. Remova a casca ao redor da polpa e deixe a parte amarela e firme exposta. Este é o pedaço que desenvolverá raiz. Coloque a coroa, com a parte amarela virada para baixo, em um copo ou recipiente com água filtrada, mas não deixe as folhas molhadas ou submersas. Após um tempo (por volta de dez dias), já aparecerão as raízes nas coroas.

Prepare o substrato

Em um vaso mediano (ele precisa acomodar bem a coroa e ter espaço para as folhas se desenvolverem), acrescente terra, matéria orgânica e um pouco de areia.

Plantio

Depois de vinte dias ou um mês, as coroas de abacaxis com as raízes já poderão ser plantadas. Acomode a coroa no vaso e coloque terra ao redor. É importante pulverizar a terra de tempos em tempos, mas nunca deixe o substrato encharcado ou úmido.

Luminosidade

O abacaxi é uma planta tropical. Por isso, evite condições extremas. Ele gosta de luz moderada, então um ambiente de meia sombra é o ideal.

Regas

Inicialmente a rega do abacaxi deve ser feita pela manhã. Lembre-se de regar diariamente para que sua planta consiga crescer de forma saudável.

Colheita

Uma das principais características do abacaxizeiro é ser uma planta de sol. Portanto, ele precisa ficar em uma parte da casa que receba luz direta. Ao longo de algumas semanas, um pequeno fruto aparecerá no topo da bromélia. Mas é preciso ter paciência porque a estimativa da nova planta dar frutos maduros e prontos para comer é de 15 a 24 meses.

Eventuais problemas

Os abacaxis são vulneráveis ​​ao apodrecimento das raízes. Isso pode ser evitado evitando-se longos períodos de alta umidade do solo. Nematóides, escamas e cochonilhas são as pragas mais comuns. Os abacaxis também são atraentes para pequenos mamíferos; planeje com antecedência para proteger os frutos em maturação. Você pode colher a fruta cedo, quando estiver em tamanho natural, mas ainda verde. Permita que qualquer fruta subtraída amadureça em temperatura ambiente.

Nível de Toxicidade: Esta planta pode ser tóxica para animais de estimação, gatos e cães se ingerida. A fruta imatura é venenosa e pode causar irritação na garganta e distúrbios gastrointestinais.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.