hortaliças

Alho: história, benefícios e como cultivar esse fantástico tempero

Conhecida popularmente como alho, essa espécie de origem asiática é utilizada no mundo todo por ser um ingrediente popular na culinária devido ao seu odor característico e sabor forte.

Alium sativum trata-se de uma planta herbácea que pertence à família Alliaceae. Possui folhas alongadas que podem atingir até 60 cm de altura. O que chamamos de cabeça, na verdade é o bulbo, e os dentes são os bulbilhos que podem variar em número de 5 a 56, os quais se encontram envoltos por uma casca, de cor branca, cor-de-rosa ou arroxeada.

Na gastronomia brasileira, talvez o alho seja o tempero mais utilizados nas receitas, dos mais simples pratos aos mais sofisticados. Além disso, também é utilizada como medicamento natural para tratar e prevenir vários problemas de saúde.

A história desse fantástico tempero

Uma das espécies cultivadas mais antigas começou a ser plantado há mais de 5.000 anos pelos hindus, árabes e egípcios. A espécie é originária da Ásia Central e sua introdução no Ocidente se deu a partir de plantios na costa do Mar Mediterrâneo.

Devido a sua capacidade de armazenamento e conservação, o alho fazia parte do cardápio da tripulação das caravelas portuguesas, proporcionando a introdução no Brasil na época do descobrimento.

Uma vez em solo brasileiro, ficou por mais de quatro séculos restrito ao plantio de fundo de quintal, onde era cultivado em pequena quantidade para suprir a demanda familiar. Somente em meados do século XX o cultivo começou a expandir-se, ganhando importância econômica. Atualmente o Brasil é um dos países com maior consumo per-capita de alho, aproximando-se de 1,5 Kg/habitante/ano.

Benefícios do consumo de alho

  1. Melhora a imunidade
  2. Contribui para o controle da pressão arterial
  3. Melhora os níveis de colesterol
  4. Aumenta as enzimas antioxidantes no corpo
  5. Anti-inflamatório
  6. Evita a formação de coágulos no sangue

Alho – Dicas de cultivo

Agora que você já conheceu um pouco da histórias e benefícios do alho, veja como é fácil plantar essa planta em casa:

Deixe a raiz crescer
O primeiro passo é separar os dentes de alho (as sementes ficam dentro do dente). A seguir, escolha em recipiente aberto, que pode ser uma bandeja ou uma tigela, e cubra o fundo com papel toalha. Armazene os dentes de alho (se preferir, divida os dentes ao meio) e umedeça. Há quem prefira usar toda a cabeça de alho nesta etapa e deixar a parte inferior umedecida sobre um copo de água. Espere de três dias a uma semana, até que dentes de alho comecem a brotar. Assim que os dentes de alho desenvolveram raízes e alguns brotos é hora de serem plantados na terra.

Prepare a terra
As melhores épocas para plantar o alho são o outono e o inverno já que a planta prefere solos mais frios – o alho não costuma pegar em clima quente. É importante também que a terra seja rica em matéria orgânica e bem drenada – ou seja, sem excesso de água.

Plantio
Em um canteiro ou em vaso grande, plante o dente e as raízes em uma profundidade de 3 a 5 cm – vale deixar um espaço entre uma muda e outra, variando de acordo com o espaço total do seu canteiro. Nesta fase inicial, a dica é deixar o solo úmido (mas nunca encharcado) para que as mudas se desenvolvam. É essencial também que o canteiro fique ao sol, ou seja, recebe luz direta algumas horas por dia.

Adubação

Pode ser feita utilizando compostos orgânicos como estercos, humus e farinhas. Também é aconselhável uma adubação mineral com NPK 10-10-10, já que o nitrogênio (N) e o potássio (K) são
macronutrientes mais demandados pelo alho.

Colheita
Vale regar o vaso e o canteiro com frequência durante o desenvolvimento da muda. Em 16 a 30 semanas, a cabeça de alho já deve estar desenvolvida. Você vai ter certeza quando as folhas de alho no topo secarem ou começarem a cair. É neste momento que a cabeça de alho está pronta para ser colhida.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.