Flores Plantas

Antúrio: Símbolo de Hospitalidade, Abundância e Felicidade

Quando cultivada em vasos dentro de casa, o antúrio atrai abundância e felicidade para o lar. Por florescer em praticamente qualquer lugar e exigir poucos cuidados, essa planta é um dos símbolos universais da hospitalidade.

Nativo da Colômbia, o antúrio (Anthurium Andraeanum), espécie que pertence à família das Aráceas, é uma planta herbácea, geralmente epífita ereta ou trepadeira, com floração e folhagem extremamente ornamentais, que pode atingir até 1,0 m de altura. A bela parte colorida não é realmente sua flor, mas uma inflorescência. A folha de cor intensa e em formato de coração se chama bráctea. Já a haste amarela, chamada espádice, contém inúmeros pequenos pontinhos. Esses pontos são, na realidade, as flores do antúrio.

O antúrio também age como um filtro de ar, pois esta planta é excelente na absorção de produtos químicos transportados pelo ar liberados por produtos de limpeza comuns e poluentes em geral. Sendo particularmente boa para absorver substâncias químicas nocivas como amônia e formaldeído do ar, ajudando a manter sua casa fresca.

Suas folhas longas e com um verde intenso caem muito bem em arranjos ornamentais e, apesar de ser mais conhecido na cor vermelha, pode vir em tons de rosa, laranja, branco e até mesmo preto.

O nome do gênero, Anthurium, vem da junção de dois termos gregos (oura e anthos) que significam “flor” e “cauda”. Ou seja, antúrio, em tradução direta, seria flor com cauda. Já o nome andraeanum, é uma homenagem ao francês Èdouard-François André, horticultor, paisagista e renomado projetista, tendo concebido mais de 100 parques públicos e jardins em vários países da Europa e América do Sul, entre o final do século XIX e início do século XX. O nome André é a abreviação padrão de seu nome dentro da taxonomia vegetal, e pode ser visto no final do nome científico de cerca de 570 espécies vegetais, indicando que ele foi um dos autores da descrição original destas espécies. 

Em uma expedição botânica aos Andes, em 1876, E.F. André coletou centenas de espécies vegetais, dentre elas, uma amostra do ainda desconhecido antúrio que, ao chegar à Europa, causou admiração pela sua beleza e exotismo ao florescer no ano seguinte. Desde então, esta espécie passou a ser utilizada em programas de melhoramento, a partir de cruzamentos controlados, buscando características mais interessantes do ponto de vista comercial, gerando variedades extremamente ornamentais, bastante diferentes da espécie nativa. Hoje em dia, o antúrio se destaca por ser a segunda “flor” tropical mais comercializada do mundo, ficando atrás apenas das orquídeas.

Como cuidar de seu antúrio

Uma maneira útil de pensar sobre como cuidar de sua planta é considerar de onde ela vem. O Anthurium adreanum vive em florestas tropicais, seja nos galhos de árvores maiores ou no solo abaixo delas. Isso significa que ele está acostumado a receber luz salpicada, em vez de sol direto, e fica regularmente encharcado pela chuva.

Além de belo e atraente, o antúrio é uma planta de fácil trato, sendo muito indicada para jardineiros de primeira viagem. Ele se adapta bem tanto em ambientes internos, como nos externos e também convive bem com outras espécies.

Como plantar antúrio em vaso

Pegue um vaso e coloque nele um composto apropriado com matéria orgânica, para isso, misture terra com um pouco de substrato. Cuide também do sistema de drenagem, nada de deixar o vaso com excesso de água. Fique bem de olho nas raízes do antúrio, quando elas começarem a aparecer, é o sinal de que a planta precisa mudar de vaso.

Como limpar as folhas de antúrio

Você deverá limpar em média uma ou duas vezes por mês, para limpar. Sendo assim, borrife água levemente morna (e não calcária), em seguida passe uma esponja úmida, folha por folha, só tenha cuidado para não esfregar muito forte e assim, machucar as folhas do seu antúrio.

Qual adubo posso usar no antúrio

O antúrio, é uma das plantas que reage muito bem à presença de adubo orgânico. Nos substratos e na terra vegetal você poderá misturar farinha de osso, torta de mamona ou fibra de coco.

O que fazer para o antúrio florescer

Analise a iluminação no local em que o antúrio está, ela precisa de uma iluminação sem excessos. Também poderá fazer uma mistura nutritiva com 2 pedaços de húmus, 2 porções de turfa, 1 porção de perlite, 4 porções de solo comum, plante seu antúrio e se certifique de suas regas regulares.

Como podar o antúrio

Para saber quando chegar a hora de podar as folhas do seu antúrio, é necessário observar se as flores estão ficando velhas e sem brilho, pois, se elas não forem tiradas aos poucos, irão ressecar de forma gradativa. Se for preciso, arranque o galho todo, se ele estiver ressecado. As podas são importantes para a saúde do seu antúrio.

Como plantar antúrio no jardim

Confira dicas, técnicas e condições ideias para plantar antúrio passo a passo no seu jardim:

  • Luz: é uma planta que costuma prosperar a sombra de outras árvores. Portanto, o antúrio é uma planta que aprecia sombra parcial. A luz direta do sol pode acabar queimando suas folhas e flores. Assim como a falta de luz pode prejudicar o seu florescimento.
  • Irrigação: quanto mais luz e calor existe, mais irrigação é necessária. Todavia, o excesso pode levar ao apodrecimento das raízes da planta. O principal sinal de que você esta irrigando pouco é que as folhas começam a enrugar e cair. No inverno, você pode reduzir o volume de irrigação.
  • Solo: o solo ideal para plantar antúrio deve ser bem drenado e com pH ligeiramente ácido.
  • Fertilização: você pode aplicar um fertilizante especialmente durante a estação de crescimento (primavera e verão). O excesso de fertilizante pode prejudicar a sua planta. O fertilizante ideal deve ser rico em fósforo e ser aplicando somente na estação de crescimento.
  • Temperatura: embora essa planta tolere temperaturas altas, por ocorrer nativamente na América Central, o calor extremo pode murchar a sua planta. Assim como o frio intenso pode prejudicar o seu crescimento.
  • Umidade: a umidade do antúrio deve ficar acima de 50%. Abaixo disso, você pode precisar utilizar um umidificador de plantas.
  • Toxidade: antúrios são plantas tóxicas e não podem ser ingeridas. Por conta disso, evite o cultivo caso tenha animais de estimação ou crianças pequenas. Devido a sua seiva também ser tóxica, utilize luvas para manusear essa planta.
  • Pragas e doenças: o antúrio é suscetível a maior parte das pragas e doenças que atacam plantas domésticas. No caso de pragas, um bom inseticida pode resolver o problema. No caso de doenças, atender as condições aqui descritas irá prevenir o aparecimento.

Com essas dicas não tem segredo! Basta utilizar uma terra de qualidade e uma boa quantidade de adubo para antúrio e sua planta se desenvolverá sem problemas para mostrar toda a sua beleza.

fonte: iloveflores.com

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.