Ornamentais

Bambu da sorte: atraia prosperidade para sua casa cultivando essa planta

Dita como uma planta energética, extremamente usada para projetos de Feng Shui, o bambu da sorte – ou Dracaena Sanderiana, como é chamado cientificamente – tem formas singulares e belas, detalhes que o faz ser considerado uma espécie ornamental amplamente utilizada em projetos de decoração.

Nascido em florestas tropicais da Ásia e África, ele chega a atingir 1,50m de altura, é durável e super elegante para ambientes internos.

Apesar do nome, a planta não é um bambu. Ela, na verdade, pertence à família das Ruscaceae, a mesma da pata de elefante, e se desenvolve muito bem em água ou na terra.

Por que bambu da sorte?

O bambu da sorte é originário da África, mas se popularizou no Oriente, especialmente na cultura chinesa. Segundo a tradição chinesa, a planta transmite energias positivas, atraindo prosperidade, longevidade e fortuna.

A crença milenar foi dada a esta espécie de bambu por unir elementos como a água e a madeira; para os chineses, essa é uma relação próspera e positiva para o lar, especialmente se o bambu da sorte for dado de presente com uma fita vermelha.

AMAZON.COM.BR

Uma característica peculiar e bastante curiosa é a de que os significados dados ao uso do bambu da sorte variam de acordo com seu número de hastes: se a planta tiver apenas duas, por exemplo, oferecerá sorte; quando possuir de três a seis caules, simboliza felicidade; cinco a sete hastes de bambu da sorte atraem saúde; oito representam prosperidade; nove talinhos significam fortuna; já 21 hastes garantem bênçãos divinas.

Sobretudo para residências, seja uma casa ou apartamento, a tradição ainda afirma que o bambu da sorte ideal é aquele com três hastes, pois servirá como um talismã para a atração de saúde, paz e prosperidade.

Como cuidar de um bambu da sorte

Essa planta requer poucos cuidados e pode viver facilmente dentro de casa, já que prefere sombra e claridade leve. Confira as dicas para que seu Bambu da sorte tenha longevidade:

Luminosidade: o ideal é manter a planta em meia-sombra ou sombra total; nunca na luz direta, porque o sol pode fazer com que as folhas sejam amareladas ou até queimadas.

Regas: o bambu precisa de solo úmido, mas não encharcado. Então, a rega deve ser intervalada. Prefira água filtrada ou mineral, já que a da torneira pode enfraquecê-la.

Poda: quando as folhas começarem a crescer ou estiverem danificadas, pode-as com uma pequena tesoura, até deixar a planta com uma estética harmonizada.

Como já foi dito, uma das vantagens do Bambu da sorte é que ele pode ser cultivado tanto na água quanto na terra, apesar de preferir o ambiente molhado.

Bambu da sorte em água

A brota e proliferação do Bambu da sorte acontece na água, portanto a hidrocultura é uma ótima alternativa para a espécie.

Para cultivar o Bambu em água você pode escolher um vaso estreito e manter as raízes sempre podadas, para a planta não ficar presa; ou um vaso maior com pedriscos e água somente até a altura das pedras, assim sua planta fica firme e você previne a proliferação do mosquito da dengue.

SHOPEE.COM.BR

Como fazer mudas

Com uma haste é possível fazer várias mudas:

  1. Corte mudas de uma haste no intervalo de duas gemas (marcações no caule);
  2. Mantenha as pequenas mudas na sombra e em um recipiente com água;
  3. Troque a água semanalmente até as raízes aparecerem;
  4. Então é só colocar em um vaso e deixar no ambiente que preferir.

Como torcer um bambu da sorte

O processo para trançar ou torcer as hastes é simples, mas é preciso delicadeza no manuseio das hastes. Use fitas e faça o movimento de acordo com o número de caules e da aparência que deseja dar ao seu bambu. As possibilidades para ornamentar essa planta são infinitas!

SHOPEE.COM.BR
SHOPEE.COM.BR

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.