Ornamentais Plantas

Begônia rex: perfeita para decorar o seu lar!

O destaque da begônia rex é, definitivamente, os padrões de suas folhas marcantes e coloridas, que fez dela a mais popular da espécie!

A begônia rex é nativa de bosques e vales da China, Índia e Vietnã, mas ganhou o mundo em função das suas folhas coloridas e impactantes. Elas podem ser encontradas com padrões muito diferentes em termos de tonalidades, que podem ir do verde escuro, manchado de prata, a vermelho vinho pintalgado de rosa, até amarelo limão e marrom.

Essa variedade ocorre em função da grande quantidade de híbridos que existe. Vale lembrar que ela produz flores brancas ou róseas, a depender da variedade, e que floresce o ano inteiro. Além disso, essa planta pode ser cultivada sob luz difusa, a meia-sombra, o que a torna perfeita para ser utilizada dentro de casa.

Herbácea, perenifólia e rizomatosa, a maioria das begônias Rex desenvolve-se a partir dessa haste engrossada (rizoma).

Sendo assim, esses rizomas são largos e carnudos, com folhas nascendo diretamente deles, com pecíolos longos e suculentos, densamente hirsutos. Essa folhagem é caracteristicamente assimétrica, além de ovaladas, alternas e membranáceas, podendo ser inteiras, lobadas ou recortadas.

Tipos de Begonia rex

A grande abundância de exemplares distintos da begônia rex, com traços únicos e ampla gama de cores, dá-se graças à existência de híbridos, que permitem a geração de cruzamentos extraordinários. Conheça abaixo alguns dos híbridos da begônia rex:

Begônia rex ‘Red Kiss’

A begônia “Red Kiss” é um dos mais impactantes híbridos populares. Suas folhas são vermelhas e radiantes, com o centro e as bordas matizadas por um roxo tão escuro, quase preto. A parte traseira das folhas e o caules são da cor vinho.

Essa variação conversa bem com todo tipo de tonalidade. Sobre as cores de fundo frio, a “Red Kiss” traz a energia de que o ambiente precisa para não se tornar monótono. Sobre as colorações quentes, aumenta ainda mais o calor aconchegante e a animação. Além disso, é um lindo adorno de Natal, já que o seu vermelho acentuado remete à paleta das festas de fim de ano.

Begônia rex ‘Masoniana’

A begônia rex ‘masoniana’ também é conhecida como Cruz de Ferro, por causa da forma de suas folhas que têm no centro um desenho marrom que lembra a cruz-de-malta.

Trata-se de uma planta de folhagem ornamental, herbácea, rizomatosa, de pequeno porte, de ciclo de vida perene e, com folhas de coloração verde-intenso. Possuem textura enrugada, cujas nervuras, na cor vinho-amarronzado, partem direto do pecíolo. 

Se você cultivá-la em vasos, na primavera vai ter sua begônia cheia de flores cor-de-rosa e brancas.

Begônia rex ‘Silver queen

Essa espécie não é muito brilhante com cores – você descobrirá que os tons vermelhos são totalmente omitidos, ao contrário da maioria das begônias rex, onde os tons vermelhos na folha traseira são muito proeminentes – a ‘Silver queen’, no entanto, não tem nenhum. 

As cores/tons são repetitivas onde o centro e as bordas são da mesma cor com a faixa do meio em tons prateados. A folhagem parece ser oval e cresce generosamente grande.

Quando cultivada na sombra – os tons parecem diluídos e se estendem grandes enquanto que se receber uma boa luz forte – as notas verde-oliva parecem fortes e a prata na área do meio aparece mais vibrante.

Begônia rex ‘Cherries and chocolate

Esse híbrido da begônia rex caracteriza-se pelo pequeno montículo saturado facilmente cultivado de folhas roxas muito escuras destacadas com manchas rosas brilhantes.

Surpreendentemente vigorosa e pouco exigente.

Begônia rex ‘Purple Blush’

Acabamentos em vermelho escuro, armações em verde escuro com toques de branco e um meio rosa brilhante que fica mais escuro em direção ao caule. As cores parecem explodir por dentro – daí o nome ‘Purple Blush’. 

Ela é realmente atraente e fácil de cuidar, basta colocá-la em um local ensolarado e dar-lhe um pouco de água toda semana. Ela irá recompensá-lo com lindas folhas em cores de tirar o fôlego.

Begônia rex ‘Firework’

A forte coloração preta escura, prata metálica e púrpura vívida da ‘Fireworks’ a torna um dos híbridos mais impressionantes e populares dos novos cultivares disponíveis.

A escolha de plantas associadas que ressoam essas cores ricas resulta em uma combinação atraente.

Begônia rex ‘Flamenco’

A begônia rex “Flamenco” possui folhas verde-claras com brilho prateado, além de ser desenhada por linhas magenta que realçam seu formato e espalham-se em degradê. Essa mistura dá a impressão que as folhas são rosa claro, conferindo-lhe uma graciosidade particular.

Na hora de escolher um lugar para posicionar a “Flamenco”, procure por tons frios que casem com a coloração magenta, como azul-claro, cinza-claro ou pêssego. Para os mais ousados, a aplicação de cores complementares em vasos, tais como menta e amarelo gema, formará um design mais original e alegre.

Begônia rex ‘Pink Charming’

Como o seu nome diz, o híbrido “Pink Charming” apresenta lindas folhas irregulares e tingidas com tons de rosa magenta e verde, além de serem cobertas por manchas prateadas. A cor rosa preenche o contorno das folhagens e faz um degradê suave com o verde-claro.

Uma ótima sugestão para o uso da “Pink Charming” como ornamento é plantá-la num vaso da mesma tonalidade magenta de suas folhas. Colocá-la nessa base escura dará maior evidência para o tênue verde de suas folhagens, além de levar maior vivacidade para o lugar onde estiver. Um vaso verde-claro, por sua vez, controlará a intensidade do magenta, deixando a planta menos chamativa.

Begônia rex ‘Fairy’

A aparência mágica da begônia rex “Fairy” origina-se da cor prateada e brilhante de suas folhas, destacada ainda mais pelas cores vinho e rosa das nervuras que a percorrem. O verso das folhagens é de cor vermelho escuro, dando-lhe um efeito “dupla face”.

Em virtude do seu efeito bicolor, as possibilidades de composição estendem-se para não somente o prata, mas também para o vermelho. Portanto, ela fica muito bem em locais organizados na cor branca, assim como cor-de-rosa pálido ou retrô. Um vaso nessa tonalidade rosada também cai muito bem, dando ainda mais significado ao seu nome de fada.

Begônia rex ‘Rumba’

O híbrido “Rumba” possui cores semelhantes às da “Red Kiss”: suas folhas são profundamente roxas, e sobre elas há manchas vermelhas em menor proporção e de formatos aleatórios. Essa variação também pode aparecer nas cores verde-escura e verde-clara, em distribuição igual.

A escuridão da “Rumba” faz necessário encontrar um local que atribua evidência à planta, afinal, se for uma posição desprivilegiada, ela ficará apagada. Sendo assim, invista em suportes suspensos que a deixem bem à mostra, além de empregar colorações avermelhadas ou de tons complementares que enfatizem as suas manchas.

Begônia rex ‘Salsa’

A begônia rex “Salsa” possui um formato mais estreito e pontudo. Ela oferece uma explosão de cores: as bordas de suas folhas são verde-escuras e entram em contraste com a tonalidade verde-clara, que, por sua vez, é seguida por cor-de-rosa e, finalmente, termina na cor vinho ao centro, onde está localizado o pecíolo.

A “Salsa” é uma variação muito jubilosa, transmitindo euforia e bom humor com a sua fisionomia. Encaixa-se perfeitamente tanto em tons frios, quanto nos quentes. Fica muito bem acomodada sobre aparadores de madeira e ao lado de outras plantas de cor neutra, equilibrando a sua riqueza de pigmentos e evitando excessos.

Begônia rex ‘Silver Limbo’

A begônia rex “Silver Limbo” é um exemplar elegante, bonito e compacto. As folhas são totalmente prateadas e metálicas, com alguns vincos verde-escuros no centro. Sua estrutura foliar é reta e lisa, e o contorno é regular e bem delimitado.

Graças ao seu visual requintado, ela é perfeita para decorações modernas e minimalistas. Para quem não conhece, a impressão passada é de ser uma planta artificial, deixando-a ainda mais interessante ao descobrir que é verdadeira. Fica muito bem acompanhada de locais de trabalho que demandam sobriedade, como escritórios, ou em escrivaninhas e racks dentro de casa.

Begônia rex ‘Sumatra Green’

A Begônia rex ‘Sumatra Green’ é de tamanho médio e pode chegar a 30 cm de altura. Suas folhas são assimétricas com bordas irregulares e pontiagudas, verde-escuras com grandes manchas prateadas ao longo de suas nervuras. 

A parte inferior de suas folhas é de cor avermelhada e suas flores são pequenas, rosa claro. 

Perfeita para crescer dentro de casa.

Begonia rex ‘Escargot’

A Begonia rex ‘Escargot’ ou caracol é extremamente popular e cultivada principalmente por sua impressionante folhagem em forma de espiral que se enrola na haste da folha. O padrão de caracol é acentuado pelas cores espiraladas de verde, prata e chocolate, criando uma exibição mais atraente.

Em interiores plante essa begônia em belos vasos vietnamitas, adornando assim, mesas de escritório, aparadores, etc ou em jardins de inverno, fazendo às vezes de forração. Seu exotismo irá encantar os expectadores.

Begônia rex ‘Lima Love’

A Begônia ‘Lima Love’ é uma planta bastante marcante, com suas folhas de cor verde-limão. A folhagem é incrível de se ver; cada folha é destacada com uma borda marrom escura. As marcações mais escuras lembram raios curtos, irradiam-se para fora, circundando cada uma das folhas desta cultivar de Begônia. As plantas possuem uma forma naturalmente arredondada, com suas folhas decorativas que se sobrepõem umas às outras, para formar um espécime atarracado e espesso.

Encontre um local parcialmente sombreado ou uma área onde sua Begônia ‘Lima Love’ possa desfrutar de luz brilhante, mas indireta. Esta é uma planta flexível, que também pode crescer bem na sombra. Evite o sol forte do meio-dia e da tarde.

Evite halls de entrada, portas dianteiras e traseiras. Essa planta cresce melhor em uma sala com uma temperatura quente e uniforme, bem longe de correntes de ar frias

Como cuidar da Begônia Rex

A begônia rex não é uma planta de cultivo difícil, basta observar alguns fatores ideais para a sua adaptação. Embora seja uma planta mais indicada para interiores, ela precisa de boa ventilação, luz difusa ou sombra clara, solo humoso com boa capacidade de retenção, porém drenável.

Por apreciar o calor e a umidade tropical, ela não gosta de frio intenso ou geadas e também apodrece rapidamente em condições de estagnação e encharcamento. Portanto, a irrigação adequada é o principal segredo do seu cultivo.

Por esta razão, indica-se o cultivo em interiores ou estufas protegidas durante o inverno para manter sua beleza o ano todo. Veja todos os detalhes para o seu cultivo abaixo:

Temperatura

A begônia rex é uma planta tropical, portanto não gosta de temperaturas muito frias, sendo a temperatura ideal entre 18 e 19ºC. Em temperatura ficar muito baixa pode perder todas as suas folhas. Por conta disso, evite locais de frio intenso e geadas, mantendo-as protegidas dentro de casa durante o inverno.

Umidade

Por ser uma planta tropical, ela adora os ambientes úmidos, porém não gosta de solo encharcado. O ideal é colocar os vasos em cima de um prato com gravilha ou cascalho e encher com água para aumentar a umidade do local.

Iluminação

Você deverá colocá-la em um local que receba bastante luz indireta durante todo o ano. No entanto, elas toleram menos luz que o restante das espécies de begônias. Portanto, evite colocá-las sob a incidência do sol direta. O ideal é a meia-sombra ou luz difusa.

Solo

A begônia rex prefere um solo úmido e rico em nutrientes, arejado, leve e com boa drenagem.

Adubo

Durante a primavera, quando você notar que novas folhas começam a surgir, aplique um adubo equilibrado (14-14-14 ou 20-20-20) para manutenção, de 15 em 15 dias, ou seja, a cada duas semanas.

Irrigação

Como com as orquídeas, esse é um dos aspetos mais importantes e sensíveis para as begônias. Apesar de gostarem de água, não toleram excessos. Por isso, é mais fácil matar a begônia rex por excesso de água do que pela falta.

O solo encharcado e as folhas molhadas por muito tempo podem levar à sua podridão. Sendo assim, sempre verifique se o solo está seco antes de regar e deixe secar entre as regas.

Recomenda-se então, regar em dias alternados em épocas mais quentes, reduzindo no inverno, evitando sempre molhar as folhas. Para isso, utilize um regador de bico fino e longo, que alcançam apenas o solo.

Da mesma forma, deve-se evitar água excessivamente dura, calcárea, preferindo uma água bem descansada.

Plantio em vasos

O vaso ideal para a begônia rex é o de boca larga e de altura baixa, pois a raiz dela é superficial e nodular. Isto é, ela se alarga mas não cresce tanto para baixo. Ele também deve ser bem drenado com furos embaixo, para que a terra não fique encharcada.

Você pode adicionar perlita para arejar o solo e auxiliar na manutenção da umidade. Além disso, enquanto houver espaço suficiente no vaso, a begônia rex não necessita ser transplantada.

Replantio

Replantar a begônia rex é simples, e o tamanho do vaso depende da necessidade da planta, podendo ser maior ou menor. Caso suas raízes estejam saindo dos orifícios de drenagem ou “segurando” todo o solo (o que pode ser verificado puxando-a suavemente), é hora de um vaso maior. O aumento de 2 cm é o bastante, pois a mudança deve ser gradativa.

Se as folhas da begônia estiverem murchando e caindo, isso sinaliza um excedente de nutrientes e água, daí surge a urgência do replantio para um vaso menor. Antes de transplantá-la, retire as raízes podres. A diminuição do espaço proporcionará o controle dos componentes orgânicos e ajudará a dosar a irrigação.

Pragas e doenças

Há uma série de problemas que podem afetar a begônia rex, e por esse motivo é essencial conhecer os agentes principais. Algumas das pragas que mais “apreciam” a begônia são a cochonilha-farinhenta, ácaros, pulgões e tripes. Para combatê-las, remova as folhas mortas ou danificadas e aplique um inseticida apropriado.

Fungos também podem atacá-la. O surgimento de manchas cinzas indica a ocorrência do chamado mofo cinzento, que só é combatido com fungicidas. Manchas brancas são características do oídio, que pode ser eliminado com uma mistura de 10 g de bicarbonato de sódio para 1 L de água. Em todos os casos, retire as folhas infectadas e assegure que a begônia receba bastante circulação de ar.

Propagação

Há dois modos de propagar a begônia rex: por divisão de raiz e por corte de folhas. No primeiro, você deve desenterrá-la e lavar a área radicular do rizoma. Com uma tesoura de poda esterilizada (ou com as próprias mãos), divida as raízes. Deixe-as secar sobre um papel toalha e, por fim, plante as mudas nos respectivos vasos.

No segundo método, utilize uma tesoura de poda para cortar uma folha agregada a um pecíolo de 7 cm de comprimento. Em seguida, se preferir, mergulhe a extremidade cortada em hormônio de crescimento de raízes – isso dobra as chances de sucesso. Plante a muda e forre a superfície do vaso com filme plástico para reter mais umidade e acelerar o crescimento. Retire quando nascerem as primeiras folhas.

Manutenção e podas

A sua manutenção é feita através da remoção das folhas velhas junto ao solo para ajudar a manter a circulação de ar e evitar o aparecimento de fungos. Além disso, ela não precisa de podas, à menos que você queira fazer mudas, que podem ser por estaquia.

Toxicidade

De acordo com a Sociedade Americana de Prevenção de Crueldade contra Animais, a begônia rex está entre as plantas classificadas como tóxicas. Ela contém oxalatos de cálcio solúvel, que podem causar falha nos rins e vômitos, se ingerida em certa quantidade.

Portanto, evite plantá-las ao alcance de animais e crianças pequenas para evitar acidentes por ingestão indevida.

Dica importante: todas as indicações acima são orientações gerais, não sendo uma fórmula definitiva. Assim, a quantidade de regas pode variar de acordo com o ambiente, a disponibilidade de luz, a umidade do ar, a temperatura, o local onde ela está plantada e as demandas específicas da espécie.

O importante mesmo é sempre prestar atenção às respostas da planta e, assim, ir dosando a quantidade de água de acordo com as condições em que ela se encontra. Só preste muita atenção para não deixar o solo encharcado ou água acumulada no fundo do vaso, a fim de evitar o apodrecimento das raízes.

Como você pode ver, a begônia rex requer cuidados mais intensivos, mas sua beleza é tão exuberante que torna o esforço recompensador. 

Em meio a tantas cores, formas e tamanhos, você pode escolher sua espécie favorita para enfeitar a sua casa!

Você também pode gostar...