Dicas e Utilidades Jardinagem

Bucha vegetal: plante essa solução ecológica em sua casa

Conhecida cientificamente como Luffa aegyptiaca, a bucha vegetal, esponja vegetal ou apenas lufa, é uma trepadeira alta da família das cucurbitáceas.

A planta se adapta muito bem ao clima tropical e o seu caule é flexível, podendo atingir de 1,2 a 1,8 metros de comprimento.

As folhas da bucha vegetal são opostas, dentadas e achatadas. Além disso, as flores são amarelas, rajadas de verde. Por sua vez, os frutos são cilíndricos, com casca espessa, e podem atingir até 45 cm de comprimento, parecido com um pepino.

Apesar de ter como restritivo especifico “aegyptiaca”, que pode levar a pensar que é nativa do Egito, acredita-se que seja nativa da Índia e do Paquistão. Quando a espécie foi descrita, era conhecida na Europa como “pepino do Egito”.

A Luffa aegyptiaca é cultivada especialmente pelas fibras do fruto seco, que podem ser usadas como esponja de lavar louça, de banho, e até mesmo como palmilha. E ainda tem a vantagem de ser biodegradável, o que significa que ela se decompõe rapidamente após o descarte.

Além disso, ela não agride o meio ambiente, pois não libera resíduos tóxicos. Por isso, neste artigo mostraremos como realizar o cultivo dessa planta maravilhosa.

Como cultivar bucha vegetal

Essa espécie é uma excelente opção para o cultivo em casa, pois se multiplica facilmente e produz frutos com vários usos. A planta gosta de sol e deve ser irrigada moderadamente.

Deve ser cultivada em solo fértil, enriquecido com adubo orgânico. A colheita dos frutos pode ser feita quando estiverem maduros, ou seja, quando a casca começar a ficar dura.

Escolha o local adequado

Para cultivar lufas é necessário escolher um local com sol pleno ou meia-sombra e terra fértil. Primeiro, a terra deve ser preparada, adicionando adubo orgânico e cal virgem, para remover a acidez do solo.

Desse modo, por ser uma espécie rasteira, pode ser cultivada em canteiros ou em vasos, com o auxílio de um tutor.

O plantio

Para o plantio das sementes, faça covas de 5 cm de profundidade e 3 cm de diâmetro. Em seguida, depois de preparar a terra, plante as sementes de lufa, cubra com terra e regue bem delicadamente.

Dessa maneira, para não prejudicar o crescimento, é importante lembrar de fazer as covas das sementes no mínimo 10 centímetros de distância uma das outras.

Compre através deste link: sementes de bucha.

Transplantio e rega

Quando estiverem com cerca de 30 cm de altura, é necessário transplantá-las para um local maior, que pode ser um vaso, com no mínimo 30 cm de diâmetro, ou em um canteiro.

Após o transplante, regue as lufas apenas duas vezes por semana, durante pelo menos um mês. Após esse período, a rega deve ser apenas 1 ou 2 vez por semana, ou quando o solo estiver muito seco.

A colheita

A colheita dos frutos de lufa deve ser feita quando estiverem maduros, ou seja, quando a casca começar a ficar dura.

Dessa maneira, para utilizar a bucha vegetal, basta retirar a casca e as sementes, colocar em um recipiente com água morna por 30 minutos e, assim, a sua esponja já estará pronta para o uso.

Tingimento das buchas

Quer deixar suas buchas mais bonitas e diferentes. Que tal colocar uma cor nelas. Basta tingir com corantes naturais. Você pode usar a cúrcuma, urucum, páprica, clorofila (maceração de hortaliças verdes, como couve), beterraba, escolha um, mergulhe na água, coloque a bucha, aguarde e depois deixe secar.

Por se tratar de um procedimento simples, sem fixador, é possível que a cor saia com o uso, mas no início, vale a pena!

Produtos que podem te interessar

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.