Cactos Plantas

Cacto amendoim: além de versátil requer pouca manutenção

Por apresentar um porte compacto, pouca manutenção, além de ser versátil, podendo ser cultivado tanto em áreas internas como externas, o cacto amendoim é uma escolha ideal para quem quer montar uma coleção de cactos e suculentas, mas não quer ter muito trabalho ou não dispõe de muito espaço.

O cacto amendoim (Echinopsis chamaecereus) é um cacto ramificado com hastes em forma de dedo que tem o hábito de crescimento agrupado e arrastado. O gênero Echinopsis, ao qual o cacto amendoim pertence, faz parte da grande família botânica Cactaceae, sendo tipicamente encontrado em diferentes localidades do continente sul americano, especificamente na Argentina.

O nome do gênero é derivado das palavras echïnus (latim) ou ekhînos (grego), que podem significar ouriço, porco espinho, ou ouriço do mar. O sufixo opsis, em latim, denota similaridade, ‘semelhante a’.

Cada haste nervurada pode crescer até 1 metro de comprimento e cerca de 2 a 7 cm de diâmetro e é coberta por pequenas cerdas brancas. 

Embora este cacto possa parecer espinhoso, os espinhos do cacto amendoim são, na verdade, relativamente macios, embora tocá-los ainda não seja recomendado, pois essas cerdas finas ainda podem perfurar a pele e causar desconforto. No entanto, como o cacto do amendoim é macio, é mais fácil de manusear e cultivar do que alguns de seus parentes cactos mais pontiagudos.

O cacto amendoim pode ser cultivado como planta de interior, mas também cresce bem ao ar livre em climas sem geadas. 

Como Cuidar do Cacto Amendoim

O cacto amendoim é um cacto fácil de cultivar tanto em ambientes internos quanto externos. Ele prefere condições claras e ensolaradas e irrigação pouco frequente. Embora não tolere geadas, ele requer temperaturas mais amenas no inverno para criar botões para a estação de crescimento seguinte. Os Cactos amendoim saudáveis ​​exibem belas flores laranja avermelhadas do final da primavera ao início do verão.

Plante-o em terra drenada, com substrato pronto para esta espécie de planta. Caso você não encontre, você pode usar a mistura indicada aqui abaixo:

1/3 de terra de jardim (facilmente encontradas em comércio para plantas)

1/3 de terra comum

1/3 de areia de construção

Essa espécie aprecia terra calcaria, pois, a presença de cálcio faz com tenha espinhos viçosos.

Independente do recipiente que você escolher sempre lembre que ele deve ser bem drenado, nunca plante qualquer planta em vasos sem furos.

O cultivo se divide em duas temporadas:

– De setembro a março o cacto amendoim só é irrigado quando o substrato do vaso em que é cultivado estiver seco. Você pode adubar moderadamente com adubo para cactos (ou qualquer adubo NPK equilibrado) uma vez ao mês. Durante a primavera e o verão o cacto amendoim, (diferente do que se pode esperar de um cacto) ele não gosta de calor intenso mas adora luminosidade, se dando muito bem em luz plena no seu jardim nos períodos secos e frios do inverno brasileiro, porém a planta precisa de um período de adaptação à meia sombra durante dois dias.

Caso more em apartamento, ele se adapta também ao beiral das janelas que recebam bastante luminosidade e luz direta pelo menos 3 horas por dia.

– A partir de março as regas cessam quase por completo. No Brasil o período de março a agosto coincide com o período de chuvas irregulares e temperaturas um pouco mais baixas o cacto amendoim adora temperaturas entre 4 e 20 graus. A luminosidade nesse período pode ser menor, pois a planta entra em estado de repouso, sendo essencial para induzir a floração durante a primavera.

Como multiplicar o cacto amendoim:

A reprodução do cacto amendoim se dá através de sementes, porém ele consegue se reproduzir facilmente através do processo de estaquia. Os brotos para estaquia podem ser preparados desde a primavera (setembro) até o início do outono (março), em uma planta recentemente regada com hastes bem firmes. Os pedaços são tirados cortando na altura da parte mais estreita, na base da ramificação.

Os brotos são deixados para secar (cicatrizar) durante alguns dias, após coloque as mudas na mistura de solo preparado para cactos (a mistura tem que estar regada e úmida). Rapidamente as raízes aparecerão em temperatura superior a vinte graus celsius. 

Pragas e doenças comuns

Este cacto é geralmente livre de doenças e pragas, embora possa ser suscetível a algumas pragas comuns de plantas domésticas, como cochonilhas. A doença mais comum para o cacto do amendoim é a podridão da raiz, que é causada pelo excesso de umidade no solo. Isso pode ser evitado escolhendo o solo correto e o recipiente de envasamento para o cacto, e regando com pouca frequência.

Ao menor sinal de infestação, retire as pragas com a ponta de um palito de madeira. Evite o uso de defensivos químicos, que podem causar sérios problemas de saúde em humanos e animais domésticos. Há quem controle estas pragas com uma solução de água e detergente ou com álcool.

Com essas dicas você terá um cacto bonito e saudável por um longo tempo, produzindo mais flores, trazendo ao seu ambiente equilíbrio, beleza e bem-estar.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.