Cactos Plantas

Cacto castelo de fadas: planta de baixa manutenção ideal para jardineiros inexperientes

O nome popular “Cacto castelo de fadas” vem de sua formação em colônias e a capacidade de se ramificar com o tempo, mas principalmente por lembrar um edifício medieval (um castelo). Outros nomes comuns incluem: cereus noturno, cacto triangular, cacto castelo de princesas e cacto catedral.

Este cacto da família cactaceae tem seu ciclo de vida perene. É nativo da América Central, México, norte da América do Sul, Caribe e sul dos Estados Unidos. 

Quando foi batizada por Carl Linnaeus, em 1753, era apenas Cactus tetragonus. Também recebe a denominação Cereus tetragonus na literatura.

Tipicamente, esta espécie apresenta uma forma colunar, podendo atingir grandes proporções. Na natureza, sua altura pode variar de 2 a 7 m. Embora seu nome científico faça alusão a quatro ângulos (tetragonus), é comum encontrarmos variedades que apresentam esta coluna dividia em três a cinco ângulos.

O cacto castelo de fadas – é um derivado da espécie Acanthocereus tetragonus original. Trata-se, na verdade, de uma forma monstruosa desta espécie. Cactáceas que apresentam este padrão de crescimento incomum emitem brotos por todos os lados, desenvolvendo-se de uma forma desordenada.

A forma miniaturizada e ornamental do Acanthocereus tetragonus, no entanto, surgiu espontaneamente no cultivo em estufas. Há dúvidas quanto à sua origem exata e identificação, mas a maioria dos pesquisadores considera este cacto castelo de fadas como uma forma miniatura da espécie encontrada na natureza.

Por ser um cultivar modificado, o cacto castelo de fadas não atinge as grandes proporções da espécie encontrada na natureza. Seu crescimento é bem lento. Trata-se de uma cactácea ideal para o cultivo doméstico, principalmente para aqueles que não dispõem de muito espaço. Quando cultivado em vasos, dentro de casas e apartamentos, ele dificilmente ultrapassa os 30 centímetros de altura. No jardim, sob sol pleno, pode chegar a pouco mais de 1 metro. 

Suas flores são noturnas, em tons que variam do branco ao amarelo. No entanto, é muito raro observar a floração deste cacto, principalmente em interiores.

Os viveiristas tem especial predileção por esta espécie por ser uma excelente opção como porta-enxerto, sendo considerada uma das melhores

Condições de cultivo e cuidados gerais

O cacto do castelo de fadas é uma planta de baixa manutenção e crescimento lento que é uma boa planta para jardineiros inexperientes. Siga estas dicas para manter um cacto castelo de fadas dentro de casa ou em seu jardim:

  • Certifique-se de que o cacto do castelo de fadas receba muita luz . Os cactos do castelo de fadas mantidos como plantas domésticas devem ser cultivados em um espaço que receba muita luz solar. Se essas plantas não receberem luz suficiente, as cores desaparecerão e suas colunas ficarão deformadas. Esta é uma planta de pleno sol, mas sobreviverá em sombra parcial.

  • Regue o cacto do castelo de fadas com moderação . Para evitar regar demais o cacto castelo de fadas, deixe o solo do cacto secar entre as regas. Água parada ou solo encharcado causará apodrecimento das raízes ou atrairá cochonilhas, o que provavelmente resultará na morte do cacto.

  • Regular a temperatura do ambiente da planta . Contanto que receba água suficiente, o cacto castelo das fadas prospera em climas quentes. No entanto, é altamente sensível à geada e deve ser trazido para dentro de casa se a temperatura externa chegar abaixo de -7°C. Considere cuidadosamente a colocação interna do seu cacto, pois correntes de ar frio ou ar condicionado podem ser prejudiciais.

  • Plante o cacto castelo de fadas em solo bem drenado . Tal como acontece com muitas outras espécies de cactos, o cacto castelo de fadas requer solo bem drenado. Usar solo com grandes porcentagens de cascalho, casca, areia ou perlita ajudará a garantir que o solo não fique encharcado.

  • Use um recipiente não vitrificado com orifícios de drenagem. Um vaso de terracota pode ajudar a absorver o excesso de umidade.

  • A adubagem não é aconselhável para o cultivo do Cacto Castelo de Fada. Contudo durante a primavera você poderá adubar com uma dose bem pequena de adubo liquido (qualquer adubo com NPK balanceado 10,10,10 ou adubo natural que seja rico em potássio e minerais) diluído na água, aplique em duas ou três regas.

Como propagar um cacto castelo de fadas

A propagação do cacto castelo de fadas é relativamente fácil. Para cultivar novas plantas a partir de um corte de cacto do castelo de fadas, siga estas etapas:

1. Corte um galho . Usando uma faca ou tesoura estéril, corte um galho na base. A esterilização de sua ferramenta de corte evitará que seu cacto desenvolva uma infecção

2. Seque o corte . Antes de replantar, deixe a extremidade cortada do galho secar e endurecer para encorajar o novo cacto a formar raízes.

3. Plante o corte em um vaso não esmaltado com drenagem. O excesso de água danificará os cactos castelo de fadas, portanto, certifique-se de plantar seu cacto em um recipiente com orifícios de drenagem para que o excesso de umidade possa evaporar.

Replantio e troca de vasos

Também na primavera você poderá fazer a troca de vasos e o replantio caso a planta tenha crescido e você ache que o vaso atual não comporta mais o crescimento do cacto castelo de fada. Para realizar o replante você pode usar substrato pronto próprio para cactos ou uma mistura que tenha uma boa drenagem, pois cactos odeiam umidade em excesso, composta por dois terços de terra de jardim e um terço de material para drenagem como argila expandida ou cascalho.

Caso não queira ter esse trabalho, já existem substratos prontos específicos para cactos. O recipiente para replante pode ser do mesmo tamanho ou um pouco maior que o precedente. Na verdade, os cactos não consomem além de uma pequena quantidade de água, um recipiente maior que a planta servira apenas para reter mais umidade podendo levar ao apodrecimento das raízes da planta.

As hastes carnosas dos cactos em geral servem como deposito natural de água, podendo o cacto castelo de fada, ou qualquer outro cacto, ficar semanas a fio sem receber uma gota de água, por isso os cactos são considerados plantas coringas para jardineiros esquecidos. 

Alerta:

Muitos vendedores cravam flores secas nestes cactos para comercializá-los. Não se engane, essas flores não são verdadeiras e ferem os cactos, deixando uma porta aberta para infecções e pragas.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.