Cactos

Cacto pluma: dicas de cuidados para ter essa planta em casa

O cacto pluma é uma planta originária do México, cientificamente chamado de Mammillaria plumosa. As plumas de cor marfim que recobrem o cacto verde são muito delicadas e densas, quase não se vê a parte da planta recoberta. Justamente essa característica que faz o cacto pluma ser tão curioso e desejado por cultivadores de cactos e suculentas.

O Gênero Mammillaria é reconhecido por não possuir costelas, seus tubérculos são espalhados pelo corpo do cacto e lembram pequenas mamas.

Possui cerca de 40 espinhos radiais plumosos brancos por aréola; não possui espinhos centrais. Por serem muitos, seus espinhos recobrem o corpo do cacto, dando-lhe a aparência branca. Por conta dos espinhos plumosos, esta planta é macia ao toque.

Quer ter essa linda planta na sua coleção? Então veja as dicas de cultivo para mantê-la linda e feliz na sua casa.

Luz

Assim como boa parte dos cactos, você pode manter o seu cacto pluma sob sol pleno. Dentro de casa, escolha o local mais iluminado, de preferência pertinho de uma janela. Se pegar pelo menos 6 horas de sol por dia é o suficiente, mas o ideal são 8 horas.

Terra de plantio

Quando for replantar seu cacto, escolha uma mistura de solo bem arenoso, que seja um pouco de substrato para mudas junto com areia de construção, em partes iguais. Não precisa ser um solo rico em nutrientes, pois essa planta está acostumada com o solo seco do deserto.

Regas

Não é necessário regar seu cacto pluma com muita frequência. Espere o substrato estar seco para oferecer mais água, pois a planta armazena água nas suas folhas e raízes. Faça a rega só na terra, sem molhar a planta.

Se for deixar seu cacto ao ar livre, pode deixar que as chuvas vão cumprir com esse papel das regas. Apenas tome cuidado com a época de chuvas, pois seu cacto poderá morrer encharcado, já que é uma planta de clima seco.

Floração

Se você estiver cuidando bem do seu cacto pluma, no verão ele vai começar a florir. As flores são tão delicadas quanto as plumas, também de cor marfim e bem pequenas, com pétalas que lembram penas.

Propagação

A propagação pode ser feita por sementes ou por corte de das mudas que crescem ao seu redor. O ideal antes de fazer o corte da planta é que a rega tenha sido feito pelo menos há uma dia antes do procedimento assim a planta estará bem hidratada com uma reserva de água suficiente no seu corpo para passar bem o tempo que ficará sem água.

Utilize uma ferramenta limpa e esterilizada com álcool para fazer o corte e depois passe canela nas áreas que ficaram expostas para evitar qualquer tipo de contaminação e ajudar na cicatrização.

Espere pelo menos uma semana ou até que tenha formado um calo onde foi feito o corte para plantá-la no substrato. Após o plantio regue apenas após uns 10 dias para estimular o crescimento das raízes.

Produtos que podem te interessar

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.