Flores Plantas

Cattleya: a mais bela das espécies de orquídeas

Quando as pessoas pensam em orquídeas, provavelmente imaginam uma flor do gênero Cattleya . As orquídeas Cattleya geralmente apresentam flores vistosas e perfumadas em uma ampla variedade de formas, cores e combinações. Muitas das espécies apresentam flores bastante grandes que se estendem por vários centímetros, enquanto outras têm flores menores, mas não menos bonitas. Essa planta geralmente floresce apenas uma vez por ano, com o período de tempo variando de acordo com a espécie, embora alguns híbridos tenham sido cultivados para florescer mais de uma vez. 

É uma espécie encontrada nas regiões do México e até o sul da América do Sul. O gênero Cattleya foi proposto em 1821 pelo botânico inglês, John Lindley em homenagem a William Cattley, orquidófilo inglês que teve seu nome latinizado para Guglielmus Cattleyus.

Essas orquídeas são epífitas, o que significa que crescem naturalmente ligadas a outras plantas, como galhos de árvores. Sua folhagem é tipicamente de uma cor verde opaca.Elas crescem a partir de pseudobulbos, que armazenam nutrientes e água. As orquídeas Cattleya são geralmente plantas de vida longa e crescimento lento, levando cerca de quatro a sete anos para amadurecer. 

Cuidados com a orquídea Cattleya

Ao adquirir uma orquídea Cattleya florida, mantenha-a dentro de casa, próxima a uma janela bem iluminada. Regue-a sempre que o substrato secar. Suas flores irão durar muito,  se cuidadas desta maneira. A melhor época para plantar essas orquídeas é quando um novo crescimento aparece após o término da floração. As sementes geralmente podem ser iniciadas em qualquer ponto. Quando a flor murchar e secar, remova-a, juntamente com a haste floral, cortando com uma tesoura esterilizada. A partir deste momento você poderá replantar sua orquídea caso necessário.

Ao plantá-la, prefira vasos de barro, madeira ou cerâmica bem forrados com pedriscos para uma perfeita drenagem. O substrato pode ser composto de uma mistura de cascas de árvores, carvão vegetal, cascas e fibras de coco, entre outros materiais próprios para epífitas. Não enterre o rizoma (caule paralelo ao solo), ele deverá ficar sobre o substrato. Devem ser cultivadas à meia-sombra, com regas frequentes no verão e reduzidas no inverno.

Como plantar?

A Cattleya é uma orquídea que pode ser plantada em vasos ou pendurada em diversos locais, como árvores, troncos de madeira ou cachepots. Para plantá-la, siga os passos abaixo:

  1. Colocar substrato no fundo do vaso (isopor ou brita)
  2. Colocar o substrato escolhido até quase no meio do vaso (casca de pinus, esfagno, etc)
  3. Inserir a muda na lateral do vaso
  4. Colocar o resto do substrato cobrindo as raízes da orquídea

Onde plantar?

As cattleyas podem ser plantadas nos seguintes locais:

  • Vasos
  • Cachepots
  • Penduradas nos mais diversos locais (pedaços de madeira, árvores, muros, etc)

Além disso, elas podem ser plantadas dentro e fora de casa, pois vai se adaptar a ambos os locais.

  • Não deve ser plantada em uma árvore ou vaso em um local que não a protege de luz solar direta. Ela provavelmente morrerá.
  • Não deve ser plantada em um local com muita sombra, onde quase não tenha iluminação, isso fará com que a planta fique fraca.

Escolha com muito cuidado o local onde você vai plantar:

A dica é que você escolha um local que forneça as condições ideais para que ela seja saudável.

Uma dica para quem vai deixá-la em casa é colocá-las em janelas e com alguma coisa para protegê-las do sol direto.

Como replantar?

Para replantar a sua cattleya, você deve verificar antes se ela se encaixa em alguma dessas 4 condições.

  1. O substrato está velho: ocorre em média a cada 2 ou 3 anos.
  2. Planta está muito grande para o vaso atual: a sua orquídea não tem mais espaço para crescer.
  3. Você quer mudar de vaso: talvez o vaso esteja quebrado ou você comprou outro que achou melhor.
  4. Você quer fazer uma muda: nesse caso tenha certeza que você tem ao menos 6 folhas para se dividir 3 para cada vaso.

Caso a resposta seja positiva para algum desses motivos, está na hora de replantar sua orquídea.

Sendo que o melhor momento para se replantar é durante o período de crescimento, quando os novos brotos começam a aparecer.

Após isso, cuide para que o local escolhido para sua orquídea seja ideal para o cultivo dela.

Protegido de luz solar direta, limpo, com boa umidade e boa ventilação e uma boa temperatura.

Além disso, deixe a parte onde estão os brotos mais novos de sua orquídea aparecendo perto do lado em que tem maior luminosidade.

Temperatura ideal

  • Durante o dia de 21ºC a 27ºC
  • Durante a noite de 13ºC a 16ºC.

Sendo recomendado 6 horas de sol por dia.

Elas podem tolerar temperaturas até 35ºC, mas isso não é recomendado.

Nesses casos a umidade deve estar alta para que não cause danos a ela.

Para estimular a floração, é necessário uma diferença de 8ºC a 11ºC do dia para noite.

Não ocorrendo isso, pode atrapalhar o florescimento de sua orquídea.

A proteção é essencial para sua Cattleya, especialmente durante os horários em que o sol está mais quente (10hrs – 17hrs)

Dessa maneira, você vai conseguir que sua orquídea seja mais saudável e também mais bonita.

Umidade

A umidade é um fator extremamente importante na hora de se cuidar de orquídeas.

Se você manter sua Cattleya com uma boa umidade, ela pode ficar mais resistente ao calor, e às doenças.

O ideal é algo entre 50% e 80% de umidade.

Sendo que essa umidade pode ser gerada colocando pratos de cascalho molhados perto da planta.

Ou você pode colocar uma toalha molhada no local que ela está.

Mas tome muito cuidado com a umidade excessiva.

Pois isso pode causar vários fungos e bactérias além de doenças como já dito.

O local  deve ter uma boa ventilação para a água evaporar bem.

Para verificar a umidade de seu ambiente, visite sites de previsão do tempo e procure por umidade.

Substrato

A Cattleya é uma orquídea que precisa de substrato que forneça um bom arejamento em suas raízes e também a deixe fixa no vaso.

Por isso, os substratos recomendados para essa orquídea são:

  1. Cubos de coco
  2. Brita
  3. Esfagno (pequena quantidade)
  4. Piaçava
  5. Casca de pinus

Além disso, tome muito cuidado para nunca enterrar o rizoma de sua orquídea, pois isso pode acarretar na morte dela.

Garanta que seu substrato cubra apenas as raízes.

Após algum tempo, o seu substrato vai ficar velho e vai ser necessário trocá-lo.

Para saber se já é hora, basta verificar se ele:

  • Está retendo muita água;
  • Está eliminando água em excesso sem ficar úmido;

Um substrato velho pode ser prejudicial para a orquídea. Após verificar, você deve efetuar a troca. Pois quando eles ficam velhos, começam a se dissolver e esse processo causa a eliminação de alguns gases tóxicos para a planta.

Como e quando regar?

As Cattleyas têm um caule que é ótimo para armazenagem de água.

E por isso, elas necessitam de menos água que as demais orquídeas.

A rega deve ocorrer 1 vez por semana durante os meses mais frios e 2 vezes por semana durante os meses mais quentes. E, ao regar, lembre-se de molhar todo o substrato, de modo que a água escorra pela parte inferior do vaso.

Dessa maneira, você não vai precisar se preocupar com o problema de acumulação de água nas flores ou nas folhas.

Regue sua orquídea durante a manhã.

Sendo recomendado utilizar água morna, de preferência água de chuva ou água fervida e esfriada por algumas horas.

A rega pela manhã evita que ela passe a noite molhada, o que pode causar doenças como a podridão negra.

Adubação

A adubação vai ajudar a sua orquídea a conseguir os nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento.

A adubação mais eficaz para as orquídeas é a química, onde se utilizam os adubos do tipo NPK.

Onde cada letra representa um dos 3 principais nutrientes necessários para o desenvolvimento da maioria das plantas.

  • N -> nitrogênio
  • P -> fósforo
  • K -> potássio

Os adubos são nomeados com NPK e na frente a formulação de quanto de cada nutriente ele tem.

Por exemplo, um adubo NPK 10 30 20, tem mais fósforo e menos nitrogênio.

Veja abaixo algumas dicas para a adubação desta orquídea.

  1. Os melhores adubos para as Cattleyas são os do tipo NPK, sendo os mais recomendados o NPK 30 10 10 e o NPK 20 20 20. Outra ótima opção é o adubo Biofert para orquídeas.
  2. A aplicação do adubo deve ser feita nas raízes ou em seu substrato, tomando cuidado para que o fertilizante não pegue nas folhas e nem nas flores de sua orquídea.
  3. O melhor horário para se adubar é logo no início da manhã, pois o sol ainda está fraco e não tem perigo de queimar sua planta.

Doenças e pragas

As doenças mais comuns na orquídea Cattleya são as seguintes:
  1. Mancha aquosa
  2. Podridão negra
  3. Murcha de Sclerotium (Sclerotium rolfsii)

As cattleyas comumente são atacadas pelas seguintes pragas:

  1. Cochonilhas
  2. Pulgões
  3. Percevejos
  4. Lesmas
  5. Caracóis.

Para que você evite essas pragas, existem algumas técnicas que podem te ajudar:

  • Mantenha a umidade ideal para sua orquídea
  • Deixe o local limpo
  • Sempre limpe o seu substrato antes de colocar na sua orquídea
  • Mantenha ela a uma distância de pelo menos 40 cm das outras plantas.
  • Esterilize sua tesoura antes de usá-la na sua orquídea

Sinais nas folhas

E um dos sinais mais famosos são os que elas fazem com suas folhas, nos indicando se precisam de mais ou menos sol.

  • Folha com um verde mais escuro que o normal: precisam de mais sol.
  • Folha mais amarelada que o normal: precisam de menos sol.

Para identificar isso, é necessário saber qual é a cor normal das folhas de sua orquídea para que você não se confunda.

Variedades de orquídeas Cattleya

Existem muitas espécies de orquídeas e híbridos dentro do gênero Cattleya que variam em aparência e tempo de floração, aqui estão algumas:

Cattleya labiata 

Cattleya labiata é considerada a rainha do nordeste, além de possuir uma beleza exuberante, foi uma das primeiras espécies a ser cultivada no Brasil, floresce sempre entre os meses de novembro a abril, sendo que o mês de março é o preferido dela.

Cattleya iricolor

Cattleya iricolor é uma espécie é notável por suas flores muito perfumadas em amarelo claro ou branco cremoso, com pétalas longas e estreitas.

Cattleya mossiae

Cattleya mossiae  é uma espécie Venezuelana muito interessante. Essa planta, dada a sua localização de origem, prefere as temperaturas mais amenas e temperadas para atingir seu pleno desenvolvimento e florada.

Cattleya amethystoglossa

Cattleya amethystoglossa é uma espécie capixaba, pois é natural do Espírito Santo, podendo ser encontrada também nos estados de Minas Gerais, Bahia e Pernambuco. É uma planta robusta que pode crescer até meio metro de altura, floresce sempre nos meses de Agosto a Outubro. Com variações para as que vivem na região da Bahia, que normalmente florescem no mês de maio e duram apenas 3 dias.

Cattleya granulosa

Cattleya granulosa é uma espécie é originária da região litorânea do Nordeste. Especialmente nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.Produz flores maravilhosas com pétalas e sétalas pintalgadas em tamanhos avantajados e um perfume adocicado. Seu registro aconteceu em 1842 pelo botânico John Lindley, um famoso orquidólogo.

Cattleya percivaliana

Cattleya percivaliana é nativa da Venezuela na região do estado de Trujjillo, cresce predominantemente em altitudes de 1400 à 2000 metros do nível do mar, sob rochas e árvores à beira de cursos de águas na região conhecida como depressão Carora.

Cattleya Walkeriana

Cattleya Walkeriana é uma das mais famosas do gênero, foi descoberta em 1839 pelo médico botânico George Gardner. Recebeu esse nome para homenagear o colega Edward Walker que o acompanhou durante a expedição de 5 anos no Brasil

Cattleya schroederae

Cattleya schroederae é outra espécie que tem o nome comum de orquídea da Páscoa por causa de suas flores de primavera; suas flores vistosas têm até 23 centímetros de diâmetro.

Cattleya Purpurata

Cattleya Purpurata é uma espécie de orquídea cultivada no Brasil inteiro, dona de uma bela extraordinária. Conhecida também pelo nome laelia purpurata, seu registro aconteceu em 1852 pelo botânico Lindley.

Cattleya Intermediária

Cattleya Intermediária é uma espécie de orquídea muito comum na região sul do país, mas pode ser encontrado também na região sudeste. Foi descrita em 1828 pelo botânico escocês Robert Graham, é uma das espécies mais fáceis de serem cultivadas, principalmente se você morar em uma das regiões em que elas são naturais.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.