Ornamentais

Coleus: conheça os tipos e como cultivar essa planta colorida

Solenostemon scutellarioides ou simplismente coleus, é uma planta herbácea muito apreciada pelo colorido de suas folhas. Ela pertence à família Lamiaceae e também é conhecida como coração-magoado.

O coleus é nativo do sul da Ásia, mas se adaptou muito bem ao clima tropical do Brasil. Essa planta é o resultado a hibridização entre espécies do gênero Solenostemon, como S. laciniatus e S. bicolor e atualmente conta com numerosas cultivares.

Suas folhas são grandes, macias e podem apresentar diversas cores e combinações entre amarelo, vermelho, rosa, roxo, verde e marrom. É interessante observar que as cores das folhas podem formar degradeés ou contrastar bruscamente.

As flores azuladas surgem em inflorescências do tipo espiga, acima da folhagem, em qualquer época do ano e têm importância ornamental secundária.

As cores vivas desta vistosa folhagem podem ser aproveitadas em diversos ambientes. No jardim, ela poderá formar maciços ou conjuntos, além de bordaduras junto a muros.

Em pátios e varandas, ou em uma janela bem iluminada, o coleus será uma espécie muito decorativa, podendo ser plantado em vasos ou jardineiras. Em climas quentes, é possível desfrutar de sua beleza colorida o ano todo.

É uma planta de baixa manutenção, não exigindo podas e tolerando um pouco a estiagem. Atinge cerca de 40 a 90 cm de altura, de acordo com a variedade.

Porém, é preciso tomar alguns cuidados, pois o coleus é levemente venenoso. Embora não possua seiva tóxica, a planta não deve ser consumida. O ideal é cultivá-la longe de animais de estimação e de crianças.

Conheça os 5 tipos de coleus mais comuns

As variedades de coleus apresentam características e aspectos únicos que podem ser aproveitados para compor uma decoração. É só escolher a sua planta ornamental preferida e levar vida para o ambiente interno ou externo.

A seguir, confira os 5 tipos de coleus mais comuns:

1. Coleus Kong

O Coleus Kong possui folhas na cor rosa e vermelho com bordas na cor verde. Essa variedade é conhecida pelo seu crescimento rápido, porém é mais sensível ao clima quente e ao sol. O ideal é cultivá-la em locais de meia sombra.

2. Coleus Wizard

Essa variedade é a mais comum nos jardins e apresenta uma explosão de cores combinadas. Ela possui tonalidades nas cores rosa, vinho, vermelho, amarelo e verde. É importante mantê-la em ambientes de meia-sombra que recebam até 3 horas de sol por dia.

3. Coleus Inky Fingers

O Coleus Inky Fingers é ideal para quem possui menos espaço em casa. Além disso, pode ser plantado em vasos pendentes ou em pequenas jardineiras. A variedade possui folhas menores nas cores rosa, roxo, verde e vermelha.

4. Coleus Florida Sun Shine

O Coleus Florida Sun Shine apresenta cores fortes e exóticas. Se você quer um jardim cheio de personalidade, pode apostar na espécie. Ela possui cores que variam do rosa ao vinho e também tonalidades mais próximas da cor preta. O diferencial da planta está no seu crescimento de forma vertical.

5. Coleus Black Dragon

Outra variedade que também chama a atenção pelas cores fortes de suas folhas. O Coleus Black Dragon é encontrado em tons de roxo e na cor preta. Seu diferencial é a formação da folhagem mais macia e aveludada, garantindo um belo efeito à decoração.

Com cores lindas e tonalidades diversas, o coleus garante muitas possibilidades decorativas. As suas variedades permitem compor uma decoração única e cheia de personalidade. A seguir, veja os cuidados essenciais para a planta crescer cheia de vitalidade.

Como cuidar de coleus

O coleus é uma planta de alta durabilidade e de fácil cultivo. Entretanto, é preciso prestar a atenção ao solo, à luminosidade e também aos locais ideais para cada espécie. Confira as dicas a seguir:

  • Irrigação: a planta aprecia um solo levemente úmido, por isso, a rega deve ser frequente. A dica é realizar a irrigação sempre que o solo estiver seco, evitando encharcamento.
  • Adubação: a adubação orgânica da planta pode ser realizada a cada 2 meses com húmus de minhoca, esterco ou bokashi. Já a adubação mineral pode ser feita mensalmente com adubo NPK 10-10-10.
  • Solo ideal: não exige muitas restrições quanto ao solo. É importante apenas que ele seja bem drenado e com matéria orgânica.
  • Luminosidade: a planta pode ser cultivada em meia-sombra, garantindo pelo menos 4 horas de sol direto por dia.
  • Mudas: a multiplicação dos coleus ocorre por meio das estacas (galhos) e por sementes. No plantio por estacas, os ramos da planta saudável são retirados e plantados em solo drenado e rico em matéria orgânica. Nos primeiros dias do plantio, a planta jovem deve ser regada com frequência.
  • Cultivo em vaso: o coleus pode ser cultivado em vasos de tamanho médio ou grande. O plantio deve ser feito com uma camada de drenagem, com pedras ou argila expandida. O vaso também deve receber uma manta de bidim e um substrato bem drenado e rico em matéria orgânica.

Não tem como errar no cultivo dessa planta. Você pode cultivá-la em jardineiras, vasos pendentes e em ambientes internos, desde que tenham boa luminosidade.

Com essas dicas valiosas, ficou fácil ter um coleus em casa. O segredo é acrescentar dedicação e amor no cultivo da planta, assim ela crescerá sempre bonita e feliz.

Anúncio

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.