Cactos Plantas

Coroa de frade: cacto nativo do Nordeste brasileiro

Melocactus zehntneri é uma planta que pertence à família Cactaceae, popularmente conhecido como ‘coroa de frade’. Essa espécie de cacto normalmente é usado não só como planta decorativa mas também para fins medicinais e alimentares.

Coroa de frade é uma espécie de cacto de tamanho pequeno e globoso, que pode atingir até 12cm de altura, quando adulto. É encontrada em abundância no semiárido Nordestino brasileiro, amplamente distribuído na Caatinga e em campos rupestres. Pode ser visto em solo, areia e rochas de vários tipos.

Possui estruturas de reserva de água em seu caule, o que o caracteriza pela suculência e permite habitar ambientes com períodos de secas prolongados. O caule apresenta costelas com espinhos agrupados em estruturas chamadas de aréolas, que conferem proteção para a planta.

Na fase adulta o cacto coroa de frade apresenta uma estrutura no topo do caule, denominada de cefálio – uma espécie de coroa que se forma em seu topo, onde as flores e frutos se desenvolvem. Daí o nome dessa planta, cujo formato se assemelha à cabeça calva de um frade franciscano.

A floração ocorre com maior intensidade na estação seca, as flores em tons rosa e vermelho se abrem normalmente durante a tarde e fecham ao anoitecer. Geralmente, a polinização é realizada por aves ou insetos.

No ambiente natural os frutos são encontrados em abundância no final da estação seca, consumidos por lagartos e formigas, os principais dispersores das sementes da espécie.

Cuidados com o cacto coroa de frade

Por ser uma espécie originariamente encontrada em vários estados do nordeste do Brasil, o cacto coroa de frade está habituado a climas quentes e secos. Neste sentido, ele não tolera temperaturas muito baixas e nem geadas. Outro fator que pode prejudicar bastante o desenvolvimento do Melocactus zehntneri é o excesso de umidade em suas raízes. A seguir outras condições de cultivo do cacto coroa de frade:

Solo

O solo ideal para o cultivo do cacto coroa de frade é aquele mais arenoso, semelhante ao encontrado em seu habitat de origem. O mais seguro é comprar substratos próprios para o cultivo de cactos e suculentas, à venda em lojas de jardinagem e garden centers.

Caso o cultivador prefira, pode preparar uma mistura caseira, composta por terra vegetal e areia grossa, em partes iguais. É importante salientar que a areia precisa ser aquela utilizada em construções. A areia da praia não é própria para o cultivo de plantas, uma vez que apresenta altos níveis de salinidade.

Vaso

O vaso pode ser de barro ou plástico, sem maiores problemas. O essencial é que ele tenha furos no fundo e uma camada de drenagem, composta por brita, argila expandida ou qualquer outro tipo de material particulado. Há, inclusive, quem reaproveite o isopor, para esta finalidade. Por cima desta camada, é aconselhável posicionar uma manta geotêxtil, que vai evitar que o solo se perca, durante as regas. Também neste quesito, há quem reutilize o filtro de café, que pode desempenhar a mesma função da manta.

Luminosidade

O cacto coroa de frade precisa de bastante luminosidade, para que possa se desenvolver bem e florescer. Ainda que ele possa ser cultivado em ambientes de meia sombra, capazes de receber algumas horas de sol direto por dia, no começo da manhã e no final da tarde, o ideal é que ele seja cultivado em áreas externas, sob sol pleno. Em casas e apartamentos, o cacto cabeça de frade precisa ficar bem próximo a uma janela ensolarada. Varandas e jardineiras externas também são locais ideais para o cultivo do Melocactus zehntineri.

Rega

As regas precisam ser bem controladas, somente ocorrendo quando o substrato estiver bem seco, independentemente da periodicidade. Durante o inverno, o cuidado com as irrigações deve ser redobrado. Neste período, as regas são reduzidas ao mínimo necessário.

Adubação

É bom evitar adubar o cacto coroa de frade com formulações ricas em nitrogênio. Uma formulação do tipo NPK, com níveis equilibrados destes nutrientes, é mais que suficiente para garantir um bom desenvolvimento do Melocactus zehntineri. Para que suas florações sejam estimuladas, além da luminosidade intensa, uma adubação mais rica em fósforo pode ser aplicada, periodicamente. No inverno, a adubação poderá ser suspensa.

Dá pra fazer mudas do cacto coroa de frade?

Ao contrário de outros cactos e suculentas, que costumam emitir novos brotos laterais, a partir da base da planta mãe, o Melocactus zehntneri somente se reproduz através de sementes. Ao atingir a maturidade, a planta para de crescer e concentra o seu desenvolvimento no cefálio, que vai se tornando cada vez mais alto, continuamente produzindo flores, frutos e sementes. No entanto, obter novas mudas de coroa de frade a partir de sementes é um processo bastante demorado.

Uso do cacto Coroa de Frade

A planta é empregada em projetos paisagísticos, para preparação de jardins e decoração de vários espaços, pois é de fácil cultivo e pouco exigente em relação ao solo e temperatura.

Na medicina popular, em forma de chá, para aliviar problemas nos rins e do intestino.

Na culinária, ele é empregado para preparação de sobremesas e doces, que são muito populares na cidade de Poço Redondo, SE.
A sobremesa é preparada com água, açúcar, cravo e pedaços do cacto, sem os espinhos.

Seu fruto tem a cor rosa e assemelha-se a uma amêndoa. O cacto inteiro pode ser consumido tanto in natura, quanto em ingrediente para fazer bolos, doces e biscoitos.

Os agricultores utilizam a planta na alimentação de animais, por ser uma excelente reserva de água e proteínas, sendo uma boa alternativa para os momentos de estiagem.

O cefálio é utilizado como preenchimento para almofadas e celas.

Como você acabou de ver, o cacto coroa de frade, sob as condições climáticas adequadas é uma planta que requer pouca manutenção. Além disso, esta é uma espécie muito resistente, adaptada às condições desafiadoras da caatinga brasileira. Com seu formato arredondado, espinhos esculturais e o chapéu típico, este cacto é uma excelente opção para nossos jardins de cactos e suculentas, externos ou internos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.