Flores

Crocosmia: planta exuberante, resistente e fácil de cuidar

Crocosmia é uma planta bulbosa e perene que pertence à mesma família da íris. A planta se destaca por suas vagens excepcionalmente grandes durante o outono, por suas dezenas de flores espetaculares formadas em cada uma de suas hastes, e por suas atraentes folhas compridas, pontiagudas e abundantes.

Por essas características, essa planta é ideal para paisagismo em praças, prédios e casas; canteiros rentes a muros, entradas de residências e decoração de jardins.

Saiba mais informações sobre essa planta e como cultivá-la.

Informações botânicas

Crocosmia é o nome de um gênero da família Iridaceae. Esse gênero também é denominado pelo nome sinônimo Montbretia.

O gênero Crocosmia possui várias espécies como:

  • Crocosmia ambongensis – nativa de Madagáscar
  • Crocosmia aurea – do leste e sul da África
  • Crocosmia fucata – da Província do Cabo, na África do Sul
  • Crocosmia masoniorum –  da  Província do Cabo
  • Crocosmia mathewsiana – das Montanhas Drakensberg em Mpumalanga
  • Crocosmia paniculata – de  Lesoto e Suazilândia, na África do Sul
  • Crocosmia pearsei  –  de  Lesoto, Estado Livre, Montanhas Drakensberg em Mpumalanga
  • Crocosmia pottsii  – da Província do Cabo, em KwaZulu-Natal

Significado do nome Crocosmia

O nome científico do gênero desta planta, Crocosmia, vem das palavras gregas:

  • krokos = açafrão
  • osme = odor ou cheiro

Essa denominação faz alusão ao aroma de açafrão que as flores secas produzem.

Popularmente é conhecido por:

  • Tritônia
  • Setembrina
  • Mombretia
  • Estrela-de-fogo

Distribuição geográfica

As diversas espécies de Crocosmia se encontram distribuídas de forma nativa em áreas que abrangem desde a África do Sul até o Sudão.

Apesar de ser nativa da África, espécies de Crocosmia foram introduzidas em outras regiões terrestres, como no Reino Unido, República da Irlanda, Nova Zelândia, noroeste do Pacífico americano e em outros lugares, daí surgindo vários híbridos (cruzamento de espécies) e cultivares (cultivo de seleção genotípica de um espécie).

Características da Crocosmia

Crocosmia é uma planta perene e resistente, típica de regiões tropicais.

Sua ramificação se dá por meio de um bulbo. Esta planta possui flores em forma de trombeta, penduradas em caules altos, dando a impressão que flutuam em cima de cada de uma de suas folhas.

As folhas  têm o formato de espada. Porém, conforme a planta cresce, vão ficando encurvadas.

Suas flores possuem tons vermelhos, laranjas e amarelos e aparecem ramificadas e agrupadas em cada haste.

O florescimento dessa planta se dá no verão. Durante o outono, as flores caem dando lugar às vagens.

As flores dessa planta atraem polinizadores como abelhas, borboletas e pássaros.

Propagação

Este gênero de planta pode ser propagada através da separação de seus cormos (caule, bulbo e raiz) ou de suas sementes.

Plantio através de cormos

Para realizar a propagação através de cormos, recomenda-se retirá-los no outono ou na primavera, após o término da floração.

Em seguida, plante-os em uma cova, com cerca de 10 cm de profundidade.

Para realizar esse tipo de plantio, retire o cormo com suavidade, segurando a base e retirando a planta com o seu bulbo ramificado.

Em seguida, faça uma cova com cerca de 10 cm de profundidade e introduza o cormo da planta.

Divisão de touceiras e replantio

A divisão de touceiras é indicada quando a Crocosmia fica muito cheia e ocupa muito espaço, deixando a área lotada. Dessa forma, a divisão de touceiras é um alternativa para diminuir a densidade dessa vegetação ou evitar que isso aconteça.

Basta para isso retirar as touceiras (retirando-a com os seus cormos) e replantá-las em outro local.

Cultivo através de sementes

Colete sementes das cápsulas (vagens) que se formam no outono.

Guarde as sementes até a primavera.

Chegada esta estação, mergulhe as sementes em água para ajudar a acelerar a germinação (acordá-las).

Plante as sementes em solo drenável ( argila, areia e turfa).

Cuidados

Todas as espécies de Crocosmia são de fácil cultivo e só exigem os seguintes cuidados:

Solo

Estas plantas só requerem um solo com boa drenagem, ou seja, que não seja compactado e nem retenha água. Nesse caso, recomenda-se fazer uma mistura de argila, areia e turfa (matéria vegetal) para criar uma consistência bem drenada e solta.

Ambiente

O local de plantio ideal é onde ocorre a incidência direta de sol. Entretanto a Crocosmia tolera meia sombra

Temperatura

Apesar de ser uma planta tropical, suporta temperaturas frias até 15°C

Rega

A periodicidade da rega deve ocorrer com frequência durante o verão, quando a terra começa a ficar seca.

Poda e limpeza

Não há grande necessidade de poda, sendo mais apropriada quando os talos de flores estiverem gastos.

No caso das folhagens, na época do outono, tendem a ficar mais ressecadas. Nesse caso, pode retirar as folhas que estão secas.

Prevenção de parasitas ou doenças

A Crocosmia é bem resistente à parasitas. No entanto, em condições de muita seca, ela pode ficar suscetível aos ácaros. Por isso, nesses períodos, sempre mantenha a planta limpa e umedecida, regando a terra e também suas folhas.

Outro cuidado que precisa ter para não prejudicar essa planta, é com o excesso de água, pois pode fazer sua raiz apodrecer.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.