Suculentas

Delosperma echinatum: Como cultivar a suculenta Planta Picles

Delosperma echinatum é uma suculenta também conhecida como planta picles devido às suas folhas, peludas e exóticas.

Essa planta pertence à família das Aizoaceae e ao gênero Delosperma que consiste em cerca de 200 espécies que na sua maioria são originárias da África do Sul.

O género foi descrito pela primeira vez em 1925 por Nicholas Brown, usando as palavras gregas, delos e sperma, para significar “semente exposta”.

É considerada um arbusto e pode chegar a uma altura máxima de 50 centímetros de altura, sendo perene e de grande valor ornamental.

Apresenta diversas variedades para o cultivo em casa, podendo ser plantada em vasos, assim como canteiros em mini-jardins.

Elas também são chamadas de plantas de gelo, mas não por serem resistentes ao frio, e sim por suas folhas e flores terem um brilho exótico, como se tivessem cobertas de gelo.

Muitas espécies dentro da Delosperma também têm cápsulas higrocrásticas, que se abrem repetidamente quando molhadas, e fecham quando secas!

As folhas são espessas, arredondadas e crescem em caules curtos. Além disso, tanto as folhas como os ramos apresentam tricomas (pêlos) curtos e rígidos, que mais se parecem com espinhos, mas são inofensivos.

Embora as folhas estejam cobertas com pêlos minúsculos, brancos e parecidos com espinhos, não há necessidade de se preocupar. Ao contrário de um cacto, os pêlos das plantas de picles são macios ao toque.

Esses tricomas são glandulares, denotando pequenas vesículas repletas de água ao longo das superfícies, o que favorece a aparência de picles ou pepino do mar, dando brilho especial às folhas.

As flores da planta de gelo podem surgir na coloração branca, branca com o centro amarelo ou totalmente amarela.

Elas lembram margaridas e costumam surgir na Primavera e Verão.

Confira as dicas para cultivar sua suculenta planta de gelo

Clima ideal

Essa suculenta deve ser cultivada em sol pleno, para um melhor desenvolvimento e uma floração mais bela. Mas também pode ser cultivada em meia sombra, desde que tenha uma excelente luminosidade.

A suculenta delosperma echinatum pode suportar temperaturas altas e também consegue resistir a baixas temperaturas. A temperatura ideal para cultivar essa suculenta é entre 12°C e 32°C.

Mas é importante evitar expor a planta a temperaturas negativas, geadas, chuvas intensas e neve. Essas condições climáticas podem prejudicar essa suculenta.

SHOPPE.COM.BR

1kg Substrato Adubado Cactus E Suculentas E Bonsai

R$5,94

Substrato

A suculenta delosperma echinatum se desenvolve em solos pobres de nutrientes e em condições inóspitas. Então se você oferecer uma qualidade maior de substrato, o desenvolvimento é garantido.

Ela necessita de um substrato com excelente drenagem, que seja rico em nutrientes e que não retenha umidade. Então o substrato ideal para essa suculenta é areia grossa e terra vegetal de qualidade.

Você pode misturar 50% de areia grossa e 50% de terra vegetal de qualidade, para ter um excelente substrato. Mas você pode ainda colocar um pouco de húmus de minhoca e uma colher de sopa de farinha de osso.

SHOPPE.COM.BR

1kg Terra Preta Adubada Com Esterco E Húmus De Minhoca Top Para Vasos E Jardins

R$5,94

Como regar essa suculenta

Essa suculenta é bastante sensível ao excesso de água, por isso é importante regar apenas o necessário. O ideal é você regar bem o substrato, mas nunca encharcar o mesmo.

Após isso quando o substrato estiver completamente seco, você pode regar novamente. Mas é recomendado deixar uns dias o substrato desta suculenta seco, para depois regar.

No verão talvez uma rega na semana, seja o suficiente para manter essa suculenta, já no inverno, uma rega a cada duas semanas.

Poda

Remover as folhas amarelas ou moribundas, e os detritos vegetais para encorajar melhores condições de crescimento.

Durante a poda, utilizar sempre utensílios ou tesouras limpas para reduzir a possibilidade de doenças bacterianas e fúngicas.

Nunca cortar através de tecido amarelado, pois isto pode causar mais danos, por exemplo, doenças ou infeções bacterianas.

Lembre-se de fazer incisões limpas, pois feridas demasiado danificadas podem chocar a planta, causando um crescimento enfraquecido e um declínio na saúde.

Confira algumas regrinhas para você plantar essa suculenta com sucesso na sua casa:

SHOPPE.COM.BR

Kit 3 Vasos Cachepot Mini Decorativo Com Suporte Para Mini Cactos ou Suculentas ou Plantas Artificiais

R$50,00

Replantio

O replantio deve ser feito a cada três anos, trazendo-a sempre para um vaso maior. Se você não replantar, pode correr o risco da sua planta desenvolver podridão da raiz.

Para evitar o choque do transplante, hidrate a sua planta 24 horas antes do replantio para deixar as raízes umedecidas.

Pragas

Entre as pragas que podem infestar a sua suculenta, podemos citar as cochonilhas, mosca branca e mosquitos. Uma boa solução de óleo de neem pode resolver rapidamente esse problema.

Multiplicação da suculenta Delosperma echinatum

A multiplicação da suculenta Delosperma echinatum pode ser feita através de estacas retiradas da planta mãe, posteriormente plantadas em outros vasos. No início, até que estes segmentos enraízem, a frequência das regas deve ser elevada.

Esta é uma planta que também pode ser propagada através de sementes, sendo este um processo bem mais demorado.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.