Ornamentais Plantas

Dracena arbórea: uma planta simples porém elegante

Dracaena arborea, mais conhecida como dracena arbórea, é uma árvore muito comum no continente Africano. Essa espécie em específico é encontrada em grande quantidade na ilha de Madagáscar.

Há em média 40 espécies diferentes de dracena, todas elas gostam de lugares quentes e ensolarados como é o caso dos climas equatorial, subtropical e tropical.

Essa árvore, se plantada em solo livre e espaçoso, onde ela possa se desenvolver plenamente, pode chegar até 10 metros de altura, já envasada, chega no máximo a 2 metros. Seu ciclo de vida é perene, portanto, ela é bastante duradoura e seu período de floração acontece na primavera como a maioria das plantas tropicais.

A dracena arbórea é uma árvore de crescimento moderado, mas que pode ficar bem extensa se plantada em solo livre. Seu nome deriva da palavra grega “drakaina”, que significa “dragão fêmea”, isso se dá pelo fato dela possuir uma resina vermelha em textura de goma que foi comparada ao sangue de dragão pelo povo e cultura da época.

Durante muito tempo sua resina foi utilizada na fabricação de materiais como: pasta de dente, tinturas e remédios, hoje é mais utilizada na confecção de vernizes e fotogravuras.

Como cuidar da Dracena arbórea

Nos tópicos a seguir falaremos sobre todos os cuidados que você deve ter ao cultivar a dracena arbórea. Explicaremos o passo a passo da rega, fertilização, iluminação, temperatura, umidade, solo, entre outros assuntos.

Vaso para o plantio da dracena arbórea

Os vasos corretos para uma dracena arbórea são os compridos e estreitos, pois suas raízes se estendem para baixo não necessitando de muito espaço lateral. Não existe um material de vaso exato para cultivar a dracena, ela se adapta tanto em vasos de terracota ou barro, quanto em vasos de vidro ou porcelana, que são mais decorativos.

Quando em muda, ela pode ser cultivada em vaso com terra ou com água doce, porém, se escolher a opção do vaso com água doce você precisará trocar a água a cada dois dias para evitar estagnação e transplantá-la para solo quando as raízes estiverem medindo em torno de 2,5 centímetros de comprimento.

Iluminação

A dracena arbórea precisa de uma iluminação indireta para se manter saudável, pois mesmo sendo uma espécie tropical, a exposição à luz solar diretamente em sua superfície pode causar queimaduras em suas folhas. Se você a cultiva dentro de casa, o melhor seria deixá-la em um ambiente que tenha sol, mas com pouca intensidade.

Você pode posicioná-la em uma mesa próxima a um vidro que permita a entrada de luz, mas que seja coberto por uma cortina leve, para amenizar a intensidade dos raios solares. Se cultivada externamente, o ideal é que seja fixada em um local que seja banhado pela luz fraca da manhã e evite o sol intenso da tarde.

Temperatura

A temperatura ideal para a dracena arbórea varia entre 15ºC e 21ºC, ela se sente bem em temperaturas mais neutras, assim como nós seres humanos. Essa espécie suporta o frio do inverno sem sofrer grandes danos, porém, são sensíveis a mudanças de temperatura muito bruscas, por isso, evite as correntes de ar de janelas, ar-condicionado e ventiladores.

Umidade

A dracena arbórea em seu ambiente natural recebe bastante umidade, por isso, ela precisa de um alto teor de umidade no ar para ser cultivada de modo saudável, tanto externa, quanto internamente. Para melhorar a umidade na dracena externa, basta borrifar um pouco de água filtrada em sua superfície, não precisa ser muito próximo da planta, para não acabar sufocando seus poros.

Já na planta interna, você pode utilizar umidificadores de ambiente, assim, sua dracena ficará feliz e úmida, como na natureza. Uma curiosidade importante é que essa árvore não gosta de flúor, componente presente na água da torneira, por isso, ao regá-la ou umidificá-la, utilize água filtrada ou água mineral.

Solo ideal

A dracena arbórea precisa de solo drenado e arenoso para se desenvolver bem, por isso, usar uma mistura para solo é ideal. Você pode misturar pedra- pomes ou areia, esses componentes deixarão a terra super drenada e com bastante fluxo de ar, para as raízes poderem crescer livremente sem nenhum problema.

O vaso também é importante, já que nem todos permitem a saída de água tão bem. Os de barro são os mais indicados para esse tipo de espécie, seus poros possibilitam que a água saia com mais facilidade evitando acúmulo de líquido na planta.

Rega

A dracena arbórea precisa de uma frequência de rega de pelo menos 1 vez por semana, porém, as dracenas cultivadas em ambientes internos podem precisar de uma frequência menor de apenas duas vezes por mês. Para saber se já está na hora de regá-la, basta pegar um espeto de madeira e fincar na terra, com cuidado para não machucar as raízes, se o palito sair completamente seco, já pode regar.

Por último, a frequência de rega de uma dracena muda deve ser de pelo menos 1 vez por semana, já que a água ajuda as raízes a se desenvolverem grandes e fortes.

Adubos e substratos

O fertilizante ideal para a dracena arbórea é o completo NPK líquido com proporções iguais para cada nutriente, o fertilizante líquido vai ajudar a planta a absorver melhor os componentes do que o sólido.

Você pode optar por alimentá-la a cada rega com um fertilizante de rápida absorção diluído em 1/4 da concentração, ou optar por administrar uma vez por mês com fertilizante líquido de lenta absorção, ele deve ser diluído em 50% de sua concentração original.

Quando for escolher um fertilizante, prefira os que menos contenham aditivos químicos, pois eles podem prejudicar a saúde da planta, vá para opções mais orgânicas e naturais, como o bokashi, por exemplo.

Floração da Dracena arbórea

A dracena arbórea não costuma dar flores, principalmente se cultivada em ambientes internos, mas pode acontecer, tudo vai depender do clima, temperatura, alimentação, entre outros cuidados. As flores da dracena possuem fragrância doce como a de um lilás, mas não são muito importantes para uso ornamental.

Seu formato lembra uma estrela, elas nascem todas juntas em uma longa haste cheia de ramificações e podem ser encontradas na coloração branco ou rosa e branco. Sua floração acontece na primavera e se estende por toda estação.

Poda

Para fazer a manutenção de sua dracena arbórea e deixá-la bonita em formato arredondado você terá que podá-la da maneira correta. Pegue uma tesoura de poda devidamente esterilizada e corte apenas a parte de cima do tronco, procure não cortar muito mantendo de 1/4 a 3/4 da árvore. Esse processo irá estimular o nascimento de novas folhas.

Você pode podá-la também quando surgirem folhas amareladas ou marrons, porém, antes você deve procurar saber o que a deixou assim e resolver o problema, do contrário, podar só irá amenizar algo que acontecerá com frequência.

Problemas que as folhas da Dracena arbórea podem ter

Pontas das folhas castanhas

Algumas vezes a dracena arbórea pode apresentar a coloração castanha na ponta de suas folhas, a causa mais provável para isso ocorrer é o ar seco. Essa espécie de árvore gosta bastante de umidade por conta de seu habitat natural. Por isso, procure fornecer uma boa umidade para ela, ainda mais, se plantada em ambiente externo e durante as estações quentes como primavera e verão.

Nessas épocas, você deve borrifar um pouco de água destilada nela, isso vai ajudar na hidratação. Se você a mantém dentro de casa, um umidificador de ar será ideal para deixar no cômodo em que ela está fixada.

Folhas moles e marrons

Outro problema que pode vir a ocorrer com a dracena arbórea ao longo de sua vida é a mudança da aparência das folhas, de resistentes e verdes para moles e marrons. Esses sintomas irão surgir quando a árvore estiver com excesso de água e infecção fúngica, uma coisa sempre leva a outra.

Para evitar esses problemas, você deve isolar a árvore e removê-la do vaso ou onde estiver plantada, retire todo o excesso de terra das raízes e apare todas as partes que tenham sido afetadas. Em seguida, trate a árvore com um fungicida e a transfira para um novo recipiente com terra limpa e fresca.

Continue a mantendo isolada em lugares quentes, com boa iluminação e ventilação, e não esqueça de diminuir a frequência de rega, isso irá resolver o problema.

Manchas marrons nas folhas

Um motivo para surgir manchas marrons nas folhas da sua dracena arbórea é a contaminação por fungos e pragas. Os fungos podem deixar a planta com várias manchas cor ferrugem em sua folhagem, o melhor jeito de tratar é com fungicida, mas se ela já estiver toda contaminada, inclusive as raízes, você deve retirar as partes boas que restaram da planta e propagá-la em novo solo.

Já as pragas, que geralmente são ácaros da aranha e cochonilhas de escama, devem ser retiradas com um forte banho, eliminando assim grande parte delas. Em seguida, trate a árvore com sabonetes inseticidas e uma solução de óleo de Neem, ou até mesmo uma solução fraca de permetrina. Se você fez tudo isso, mas não resolveu ou se ela já estiver totalmente machucada, o melhor a fazer é podá-la

Interior das folhas amarelado

Por último, as folhas da dracena podem apresentar um amarelado interno, isso pode ocorrer por alguns motivos, mas os mais comuns são má qualidade da água e excesso de sódio. Muitas vezes utilizamos água diretamente da torneira para regar nossas plantas, mas isso é um erro, pois essa água contém um alto teor de flúor em sua composição, o que acaba danificando a planta de dentro para fora.

Quando for regar sua planta utilize água destilada, ela é mais pura e melhor para elas. Já o excesso de sódio pode ocorrer pelo tipo de fertilizante ou mistura para solo que você utiliza, as misturas com perlita podem conter um alto teor de sódio, o mesmo ocorre com alguns fertilizantes.

Por isso, fique atento às embalagens, e para retirar o sódio, basta lavar a terra com água abundante até sair pelos orifícios e depois deixar secar.

A Dracena arbórea é venenosa

A dracena arbórea é uma planta extremamente tóxica, principalmente para pequenos animais de estimação e crianças. Os sintomas causados pela ingestão da planta são: depressão, fraqueza, vômito, diarreia, anorexia e babando, se seu filho ou pet apresentar qualquer um desses sintomas e você achar que ele possa ter ingerido a planta, procure ajuda médica imediatamente.

O ideal mesmo é deixá-la em um cômodo separado, onde você possa fechar a porta e evitar que acidentes aconteçam, um ótimo lugar é o banheiro, pois a espécie gosta da umidade deste ambiente.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.