Ornamentais

Ficus elastica: como cuidar da falsa seringueira

A ficus elastina pertence à família Moraceae e é originária da Índia e Asia Ocidental. É uma árvore de grande porte frequentemente utilizada como planta ornamental de interior ou exterior.

As folhas são grandes e ovaladas, apresentando tonalidade verde brilhante com nervuras bem marcadas. Também existem variedades variegadas de creme e amarelo.

Em seu habitat natural, a Ficus elastica, também conhecida como falsa seringueira, chega a 60 m de altura, mas no Brasil atinge no máximo 20 m. É uma planta bem rústica, que não exige muito cuidados.

Assim como a seringueira verdadeira (Hevea brasiliensis), a Ficus elastica também produz látex, matéria-prima da borracha, mas de qualidade inferior.

Cuidados com a planta Ficus elastica


Luz
: O ficus elastica precisa de uma boa luminosidade. Quando jovem exige luz indireta, quando adulta pode ser exposta diretamente ao sol direto, contudo quando demasiado intenso ele é capaz de queimar as suas folhas.

Temperatura: Aprecia temperaturas quentes, entre os 18 e os 20º, embora suporte ambientes mais frios. As mudanças bruscas de temperatura podem levar à queda das folhas.

Regas: A falsa seringueira precisa de regas equilibradas com água à temperatura ambiente. Regue regularmente no Verão e de forma moderada no Inverno, procure deixar a terra secar entre as regas e não deixe água estagnada no prato. O excesso de água pode levar ao amarelecimento e queda das folhas.

Transplante:  Aumente gradualmente o tamanho do vaso à medida que a planta vai crescendo. Aplique uma mistura rica em turfa, húmus e areia, o mais importante é que o substrato seja poroso, de modo a prevenir o encharcamento. Colocar uma uma camada de pedra brita no fundo do vaso, também é uma boa forma de melhorar a drenagem.

Fertilização: De Abril a Setembro, aplique um fertilizante liquido apropriado a plantas de folhagem verde, na água da rega a cada 2 semanas, conforme as instruções do rotulo.

Limpeza: Se as folhas da planta se apresentarem com pó, limpe-as com um pano úmido, mas não toque nas folhas mais delicadas, ou se possível passe uma chuveirada na planta.
A falsa seringueira aprecia ambientes úmidos, nas fases mais quentes do ano aprecia vaporizações de água frequentes, .

Poda: Mantenha a planta em perfeitas condições removendo galhos secos e folhas amarelas ou secas. Quando a planta alcançar grandes dimensões, corte as pontas de forma a estimular a rebentação de ramos laterais. De seguida esfregue a superfície de corte com um cicatrizante vegetal ou canela.

Pragas e doenças: A ficus elastina é muito resistente á pragas, porém é possível ser atacada por pulgão ou cochonilhas, contudo o problema resolve-se com a aplicação de um inseticida adequado ou a aplicação de uma calda caseira como: Inseticida de bicarbonato de sódio. No caso da cochonilha passe um algodão embebido em álcool metílico e faça uma limpeza meticulosa.

Inseticida de bicarbonato de sódio

Este inseticida natural pode ser usado em plantas de exterior ou de interior e é indicado em vários tipos de pragas como: pulgões, aranhiço vermelho e lagartas.

1 colher de sopa de bicarbonato de sódio
1 colher de sopa de detergente da louça
1 colher de óleo vegetal
1 litro de água

Misture e agite bem todos os ingredientes. Coloque a solução num borrifador e pulverize as plantas por inteiro a cada 3 dias. A aplicação deste inseticida natural deve ser efetuada ao fim do dia.

Toxidade: A seiva da árvore de borracha é toxico, em contato com a pele é capaz de causar reações alérgicas. É recomendado o uso de luvas durante o seu manuseio.

Multiplicação da Ficus elastica

Existem diferentes métodos para conseguir propagar uma ficus elastina. O método mais simples é cortar um ramo em boas condições sanitárias, mergulhá-lo em hormônios de enraizamento e enterrá-lo num bom substrato, mantendo a umidade. Poderá igualmente colocar o ramo num copo de água e esperar que surjam as raízes.

O outro método consiste em executar um corte lateral num ramo que se apresente saudável. Coloque um palito na ranhura de modo a não permitir que ela feche e contorne a zona do corte com musgo úmido.

Envolva com filme plástico, de modo a manter a umidade necessária ao surgimento de novas raízes . Quando as raízes começarem a aparecer, corte o ramo e plante-o.

No inicio mantenha-o em local protegido do vento e dos raios solares, conserve o substrato ligeiramente úmido e vaporize regularmente a nova planta.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.