Folhagem Ornamentais

Ficus Lyrata: suas folhas volumosas deixam qualquer ambiente mais estiloso!

Quem vê essas pequenas árvores roubando a cena na decoração das salas de estar, sejam de casas ou apartamentos, nem imagina que na natureza, a Ficus Lyrata, cresce verticalmente podendo se transformar em uma árvore de até 15 metros de altura.

A Ficus Lyrata (ou figueira-lira) é um arbusto originário da África, cultivado sob sol pleno ou em condições de meia sombra. Ela faz parte da família Moraceae, também presente na Ásia, que agrupa mais de mil espécies de árvores, plantas e arbustos. As mais conhecidas são as figueiras e as amoreiras.

A folhagem recebe o nome de lyrata porque suas folhas lembram um instrumento musical chamado lira. Além do formato grande e peculiar, as folhas possuem um tom de verde vivo, que deixa qualquer cantinho verde mais especial. 

Sua procedência sugere que não é uma planta adequada para interiores. Contudo, aqui no Brasil, ela é produzida nos viveiros para este fim e foi se adaptando para que possa ser cultivada dentro de casa. O cultivo de qualquer planta sempre precisa se referir ao seu hábitat natural. No caso, a Ficus Lyrata é uma planta que tem uma grande necessidade de luminosidade.

Na década de 60, a espécie se popularizou no país a ponto de ser raro entrar em uma rua arborizada sem se deparar com um exemplar da família Moraceae: a fícus benjamina. Muitos anos depois, a espécie deixou de ser a melhor opção para cultivar na frente da casa (pois suas raízes arrebentam o piso) e passou a ser usada em ambientes internos. Na cidade do Rio de Janeiro, há registros de árvores centenárias desse tipo nas ruas.

No caso da lyrata, a espécie foi popularizada na versão “bambino”, sendo vendida em pequenos vasos.

Ficus Lyrata x Ficus Lyrata Bambino

A diferença entre as duas espécies está no tamanho das folhas e no porte. Enquanto a Ficus Lyrata realmente se assemelha à uma árvore – e de fato ela é – a Ficus Lyrata bambino nos apresenta folhagens grandes cultivadas em vasos. 

Apesar dessa comparação, mesmo a bambino ainda é uma árvore, por isso os cuidados para cultivá-la em vaso devem ser redobrados, promovendo trocas constantes para acompanhar seu crescimento. 

E, atenção: se você busca uma árvore para plantar na calçada, a Ficus Lyrata não é uma boa opção! Como cresce muito, as raízes podem destruir a pavimentação. 

A Ficus Lyrata é uma planta que precisa ser cultivada sob sol pleno ou meia sombra – é importante colocá-la próxima de janelas para que receba algumas horinhas de sol direto, seja pelo início da manhã ou pelo fim da tarde. Isso pode potencializar o seu desenvolvimento.

Como cultivar a Ficus Lyrata em vaso

A melhor maneira de cultivar a Ficus Lyrata Bambino em vaso é realizando o transplante da espécie assim que ele chega na sua residência. Primeiramente, providencie as ferramentas de jardinagem certas e um vaso de planta mais espaçoso. 

Veja o passo-a-passo:

  1. Realize furos na parte de baixo do vaso, caso o seu recipiente não tenha uma área para escoamento da água de rega;
  2. Cubra os furos da parte de baixo do vaso com uma camada de argila expandida;
  3. Sobre a argila expandida posicione um pedaço de manta de drenagem;
  4. Acima da manta de drenagem coloque com auxílio de uma pá o substrato;
  5. Retire o Ficus Lyrata bambino do vaso original e coloque-o no vaso mais espaçoso;
  6. Complete as laterais da muda transplantada com mais substrato.

Como cuidar da Ficus Lyrata Bambino

O Ficus Lyrata Bambino, espécie direcionada para cultivo em ambientes internos, exige cuidados especiais para que seu crescimento ocorra de forma saudável e constante. Os principais pontos a serem levados em consideração nesse processo de cultivo da Ficus Lyrata são:

Luminosidade

O Ficus Lyrata se desenvolve muito bem em ambientes bem iluminados. No entanto, por se tratar de uma espécie cultivada em estufas climatizadas é preciso compreender que o Ficus Lyrata bambino precisa passar por um processo de adaptação gradativa, antes de ficar exposto ao sol o dia todo. Por isso, como dica recomenda-se ir girando o vaso da Ficus Lyrata de tempos em tempos próximo a área da janela para que todos os lados da planta recebam a mesma quantidade de luz natural, sem correr o risco das folhas queimarem.

Rega

Essa espécie gosta de bastante água, mas isso não quer dizer que o solo deve permanecer encharcado. Se isso ocorrer, certamente as raízes serão prejudicadas e possivelmente irão apodrecer. Sendo assim, recomenda-se verificar diariamente a umidade do solo do vaso e, quando estiver seco acrescentar mais água. Neste caso, dispense o uso de mangueira e utilize um regador.

Adubação

Essa não é uma planta que exige muita adubação. Especialistas recomendam que seja usada a metade da quantidade indicada na embalagem do adubo. Você pode fazer também a adubação foliar, que se trata de borrifar as folhas com o tônico indicado uma vez ao mês

Temperatura

Segundo alguns produtores, a temperatura ideal para que o Ficus Lyrata Bambino cresça de forma saudável deve estar entre 18° e 28°C.

Poda

Por se tratar de uma planta de crescimento lento quando envasada, pode ser que demore bastante até que você precise podar o Ficus lyrata para manter seu tamanho. Para controlar seu crescimento, o ideal é não deixar a planta em vasos muito grandes e podar seu topo.

Folhas queimadas ou amareladas

Caso sejam as folhas da parte mais baixa, isso é um sinal de excesso de água. No caso de folhas queimadas ou manchadas no topo da planta, o problema é a falta de água. O ar seco também pode prejudicar a folhagem do Ficus lyrata, então não é bom mantê-lo em um ambiente com ar-condicionado constante. Borrifar água nas folhas a cada quinze dias também ajuda.

Manchas marrons e queda

Esses são problemas comuns quando o Ficus lyrata está sofrendo com baixas temperaturas. A queda de temperatura também pode deixar as folhas mais opacas e escuras, portanto evite deixar seu vaso no sereno ou exposto a ventos gelados.

Toxicidade

É importante mencionar que Ficus Lyrata se trata de uma planta tóxica. Por essa razão, seu cultivo deve ser mantido longe do alcance de crianças e animais de estimação, se possível em prateleira ou até mesmo mesas de centro ou laterais mais robustas e altas . Além disso, o uso de luvas é recomendado durante a realização da sua poda com tesoura, pois sua seiva pode queimar quando em contato com a pele.

Pragas: 

A Ficus Lyrata costuma ser bastante resistente, mas ainda assim pode sofrer com a ação de pragas, sendo que o pulgão é a mais comum. Caso encontre esses bichinhos, prepare uma solução de água com sabão de coco e passe com um pano nas folhas, frente e verso. Não é necessário o uso de venenos ou óleos: isso já é o bastante para manter os insetos longe.

Decorando com a Ficus Lyrata

A Ficus Lyrata ganhou o coração dos usuários das redes sociais e não foi à toa, afinal ela tem grande apelo decorativo, graças às suas folhas verdes vibrantes e bastante grossas, que agregam um ar de rusticidade à decoração.

É uma planta que vai super bem em cachepôs de fibras naturais, deixando o ambiente ao mesmo tempo rústico e sofisticado. É uma espécie que dialoga bem com decorações do estilo boho chic e até mesmo industriais.

Contudo, vale lembrar que ela necessita de bastante luz. Ao pensar em colocá-la em um ambiente, arrume tudo para que ela fique no local mais iluminado ou então ela pode acabar sofrendo com a falta de luminosidade adequada.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.