Flores Plantas

Flor de maio: o cacto que não tem espinhos

Schlumbergera truncata, também conhecida como Flor de maio, ou cacto de caranguejo, é da família dos cactos, sendo uma planta popular e fácil de cuidar. Ao contrário da maioria das suculentas e cactos, as Schlumbergeras não são nativas de regiões áridas, mas, em vez disso, prosperam em climas subtropicais e tropicais, mais especificamente nas montanhas costeiras do sudeste do Brasil.

Cuidados com a flor de maio

A Schlumbergera é uma planta de baixa manutenção que prospera em condições residenciais normais. Esta planta não se importa com ambientes com pouca luz, mas produz flores apenas quando exposta à luz brilhante indireta. Por ser uma planta costeira, a Schlumbergera aceita mais umidade do que as suculentas e cactos e requer longos períodos de escuridão para iniciar seu processo de floração.

As flores tubulares da flor-de-maio são lindas; elas têm um longo tempo de floração e podem ser brancas, rosadas ​​ou vermelhas, dependendo da variedade.

Água

As Schlumbergeras têm mais sede do que outras suculentas e cactos porque são endêmicas das florestas tropicais e subtropicais. Sempre que você notar que a parte superior do solo está seca, certifique-se de adicionar mais água. Esta planta não tolera solo completamente seco e prefere ambientes úmidos.

Ao regar sua flor de maio, leve em consideração a época do ano, o clima e o meio ambiente. Se você mantém sua planta ao ar livre em um clima quente e seco, regue-a a cada dois ou três dias e coloque-a em uma área com sombra.

Em um ambiente fresco e úmido, especialmente se for dentro de casa, a Schlumbergera se sai bem com uma programação de irrigação uma vez por semana. Para estimular a floração, reduza a irrigação durante o outono e no início do inverno.

Embora seja nativa de regiões tropicais e subtropicais, a flor de maio é bastante sensível ao excesso de água. Se o solo estiver muito úmido, a planta pode pegar podridão fúngica e suas folhas começarão a cair. Para evitar regar em excesso, mas para garantir que a planta receba umidade suficiente, coloque uma bandeja com água perto da planta ou borrife o cacto regularmente com um borrifador.

Solo

Plante a Schlumbergera em solo bem drenado e fertilize-a regularmente, especialmente na primavera e no verão. Reduza a quantidade de água (sem deixar o solo secar completamente) e fertilizantes durante o período de dormência (final do outono, início do inverno por cerca de 6 semanas) para estimular a floração.

Pode ser feito com terra, areia e húmus de minhoca. É essencial colocar pedras ou cascas de pinus no vaso para fazer a drenagem da água.

pode ser feita com adubo químico (NPK 8-8-8) ou orgânico (com farinha de peixe, banana ou esterno bovino). A adubação pode ser feita uma vez ao mês, sendo que é muito recomendado fazer no verão para que a planta fique forte e floresça bem no outono.

Replicar a flor-de-maio não é um processo dificil

Como fazer as mudas?

A primeira etapa do processo de reprodução é tirar um pequeno corte em forma de Y da ponta do caule da Schlumbergera. É melhor fazer um corte de dois ou três segmentos de articulação e garantir que estejam saudáveis.

Para evitar o excesso de umidade e o apodrecimento da raiz, você deve deixar as estacas repousar e secar por algumas horas. Assim que as mudas estiverem secas, coloque-as em um vaso com solo bem drenado (mistura de solo suculento e cactos).

As mudas recém-envasadas criarão raízes se colocadas em uma área bem iluminada com bastante luz indireta. Recomenda-se regar com moderação no início, até que a planta se adapte ao novo ambiente. O primeiro sinal de que as mudas estão se adaptando ao novo lar é quando elas começam a crescer nas pontas das folhas.

Não se preocupe se sua planta murchar um pouco no começo. Isso é perfeitamente natural e, na maioria das vezes, a planta começará a ter uma aparência melhor assim que entrar em seu novo ambiente.

Alguns cuidados adicionais

Para cuidar bem da flor-de-maio é preciso prestar atenção no tipo de vaso que a planta será cultivada. Aqueles vasos ou cachepôs sem furos não são muito indicados, pois a água fica acumulada ali e a flor-de-maio pode acabar apodrecendo devido ao excesso de água.

Se dispuser de composto orgânico de folhas decompostas poderá utilizá-lo, mas deverá acrescentar uma colher de chá de cal hidratada bem misturada, pois os cactos não apreciam solo ácido. O solo da flor-de-maio precisa estar levemente úmido. Ele deve secar entre as regas após o período de floração, durante o inverno.

Pode suportar curtos períodos de seca fora da época de floração. Água em excesso pode favorecer o surgimento de doenças e o apodrecimento da planta.

Deve ser replantada em outro vaso a cada três anos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.