Ornamentais Plantas

Jiboia: aproveite as dicas e cultive os variados tipos da planta em seu lar!

Considerada a planta da vez, a jiboia é uma das espécies preferidas, sobretudo por novatos, devido à sua facilidade de cultivo e por permitir diversas possibilidades no uso da decoração. Você pode aproveitar de suas vinhas pendentes para posicionar uma planta longa pendurada no topo de uma estante alta, dando o aspecto de cortina ou cascata de hera.

Além disso, você também pode optar por mantê-la no vaso ou recipiente para decorar centros de mesas ou outras superfícies. Nesse caso, é interessante moldar o crescimento da planta, de modo a formar desenhos de maneira criativa.

A jiboia (Epripemum aureum), também popularmente conhecida por hera-do-diabo, é uma planta ornamental da família Araceae. É uma trepadeira perene, com folhas cerosas que emergem comumente em formato de coração e folhagem variegada que podem variar de acordo com as diversas variedades da espécie.

Nativa do sudeste da Ásia e das ilhas do Pacífico Ocidental, a jiboia se assemelha ao filodendro comum, sendo inclusive, frequentemente confundida com ele.

Nas florestas tropicais nativas, a jiboia pode crescer incrivelmente grande e até mesmo escalar a paisagem, sendo conhecida por crescer em troncos de árvores, serpenteando ao redor delas ou se espalhando pelo solo. Entre tanto, a que cultivamos dentro de casa são versões mais domesticadas.

Apesar de ser extremamente fácil de cultivar, a jiboia não é resistente a frios mais intensos e geadas, preferindo ambientes mais quentes e climas tropicais a temperados. No entanto, se adapta bem e é capaz de prosperar dentro de casa em vasos, quando oferecidas as condições adequadas.

A jiboia também é excelente para ser cultivada em ambientes fechados como escritório, uma vez que cresce bem sob lâmpadas fluorescentes. Além da sua diversidade de folhas brilhantes e charmosas para adornar o ambiente, também funciona como uma planta purificadora de ar, capaz de remover o formaldeído e outras substâncias nocivas presentes em materiais nos ambientes domésticos.

Frente a esses cativantes atributos combinados com a baixa manutenção de cultivo, você não precisa hesitar em escolher uma das belíssimas variedades da jiboia para decorar o seu ambiente. Confira algumas a seguir.

Tipos de planta jiboia

A jiboia é uma das plantas domésticas mais difundidas e populares disponíveis. No entanto, ao contrário do que se propaga na crença popular, não existe apenas uma variedade de jiboia. Na verdade, a jiboia apresenta uma pluralidade de tipos, cores e formatos.

Para tanto, vale a pena conhecer as principais variedades dessa formosa trepadeira tropical que você pode escolher para ser cultivada em casa e em ambientes internos. Continue a leitura e veja algumas!

Epipremnum aureum ‘Marble Queen’

Também conhecida por jiboia branca, a Marble Queen é uma das variedades de jiboia mais comum de se encontrar no mercado. Possui folhas verdes em forma de coração fortemente desenhadas com listas brancas e cremosas combinadas com o verde escuro, dando um aspecto de manta de tricô.

A marble queen cresce mais lentamente em relação às outras variedades de jiboia, pois há menos clorofila nas folhas. Dessa forma, recomenda-se movê-la para um ambiente mais iluminado para estimular seu crescimento.

Epipremnum aureum

A variedade tradicional das jiboias é também conhecida por Golden pothos. Para além disso, é também uma das plantas ornamentais mais vendidas no mundo. Essa variedade é facilmente identificável, pois apresenta folhagem verde-média salpicada de tons de um ouro cremoso. É bastante resistente e provavelmente a mais fácil de cultivar.

Se você optar por cultivar esta variedade em um totem e oferecê-la muita luz e calor, perceberá que as folhas podem crescer bastante. E quanto maior a luminosidade recebida, maior será a probabilidade de surgirem variegações douradas nas folhas.

Epipremnum aureum ‘Jade’

De folhas verde-escuras e limpas, a variedade de jiboia conhecida por Jade, apresenta pouca variegação e, portanto, chama atenção pela beleza de suas cores sólidas e sóbrias. Dessa forma, se você encontrar qualquer forma de variegação, não terá o status de jade.

Além disso, apesar de também exibir folhas em formato de coração, essa variedade de jiboia se diferencia uma vez que é ligeiramente menor e mais estreita do que a jiboia tradicional.

Epipremnum aureum ‘Pearls and Jade’

De folhas verdes matizadas com branco e cinza prateado, a variedade Pearls and Jade foi produzida pela University of Florida.

Você pode facilmente identificá-la em meio a uma variedade de jiboias, procurando seus padrões de variegação que apresentam as seções brancas da folhagem frequentemente manchadas com tons de verde e prateado. Quanto ao seu crescimento, a Pearls and Jade costuma se desenvolver mais lentamente.

Epipremnum aureum ‘Neon’

A variedade de jiboia conhecida por Neon é também mais conhecida por sua singularidade e distinção em relação às outras variedades. Suas folhas lisas em formato de coração são verdes brilhantes ou se apresentam num amarelo-ouro, sem qualquer sinal de variegação.

A folhagem costuma tornar-se mais escura à medida que envelhece. Para obter maior intensidade nas cores da jiboia Neon, procure posicioná-la de maneira a receber luz forte. Caso seja cultivada em um ambiente com pouca luz, a cor será mais opaca e escura.

Epipremnum pinnatum ‘Cebu Blue’

A Cebu Blue, é uma variedade de jiboia que não apresenta variegação em suas folhas verde-azuladas.

De maneira distinta, essa variedade não apresenta as folhas no formato de coração, mas diferencia-se em seu belíssimo formato de flecha. Certifique-se de oferecer luz brilhante à Cebu Blue para que seu formoso formato de seta se acentue.

Além disso, geralmente essas folhas apresentam um ligeiro brilho metálico e azulado, tornando-as exclusivas e muito elegantes.

Como cuidar da planta jiboia

A jiboia é uma planta de casa ou interior frequentemente recomendada para iniciantes, isso porque é bastante simples de cultivar graças ao fato de que muitas vezes prospera com um pouco de negligência. Continue lendo para se inteirar sobre os principais cuidados ao cultivar uma das belíssimas variedades de jiboia.

Cultivo da planta jiboia na água ou na terra?

Na prática, as plantas jiboia não precisam ser plantadas no solo, pois elas ficam muito bem quando apenas posicionadas em um recipiente com água. Você pode utilizar um recipiente de vidro transparente, pois assim permite que você veja facilmente as raízes. Para isso, tudo o que você precisa para cultivá-la é apenas a água.

No entanto, se for preferível o cultivo em solo, qualquer mistura para envasamento é adequada, mas lembre-se que uma vez que a jiboia for acostumada a estabelecer-se na água, pode não se dar muito bem se transferida para o solo.

Iluminação ideal para a planta jiboia

A jiboia prospera em condições de luz indireta. Dessa forma, certifique-se de evitar expor a planta à luz solar direta e sol intenso, pois isso pode acabar queimando as folhas.

No entanto, a planta pode tolerar a luz indireta baixa, de menor alcance, sendo uma ótima opção posicioná-la em ambientes internos, nos quais outras plantas podem não gostar. Apesar disso, vale ressaltar que se não houver iluminação suficiente, as folhas podem perder sua intensidade na cor e variegação, ou até mesmo perdê-la completamente.

Temperatura ideal para a planta jiboia

Como a maioria das plantas de interior, a temperatura ambiente normal é suficiente para manter um local adequado para a jiboia. Dessa forma, prefira ambientes que variam de 10ºC a 30ºC. Evite temperaturas mais baixas e correntes de ar frio, pois isso pode prejudicar a planta que está habituada a condições mais aquecidas.

Ao cultivar a jiboia, considere também a umidade. A jiboia prospera em condições altas de umidade para manter sua bela aparência. No entanto, se você tiver uma boa quantidade de luz no ambiente e regar de maneira regular, pode ser suficiente.

Rega da planta jiboia

A jiboia é conhecida por perdoar caso você esqueça de regá-la de vez em quando. Isso quer dizer que essa planta é tolerante à seca até certo ponto. Portanto, permita a parte superior do solo secar entre as regas. Evite regar de maneira excessiva, pois isso pode causar o amarelecimento das folhas e o apodrecimento dos caules.

Certifique-se também de descartar o excesso de água no pires embaixo do vaso, para que a planta não fique submersa em água. Apesar disso, você pode regá-la com mais frequência caso a jiboia esteja posicionada num ambiente sob luz forte.

Solo ideal da planta jiboia

A jiboia não é exigente quando se trata de solo, pois prospera em qualquer solo bem drenado, no entanto, é capaz de crescer bem em solo mais denso.

Ao cultivar a jiboia, você pode optar por uma mistura de envasamento bem drenada e aplicar uma mistura com cascalhos para aumentar aeração do solo conforme seja necessário. O pH da terra também não é problema para que a planta se desenvolva e pode variar desde condições mais neutras quanto mais ácidas.

Adubos e substratos para a planta jiboia

O cultivo da jiboia não requer fertilização frequente, sendo esta, portanto, mais uma razão para indicar que manter uma jiboia na composição do ambiente de casa não exige tanta dedicação.

Mas, como normalmente não há muitos nutrientes na maioria dos solos para vasos, você pode aplicar eventualmente um fertilizante balanceado para plantas domésticas a fim de acentuar a nutrição da planta. Certifique-se de que a composição do produto contenha nitrogênio, fósforo e potássio, indicados para a manutenção da jiboia.

Manutenção da planta jiboia

Você pode preservar a sua jiboia aparando a parte superior da planta de maneira a controlar o crescimento, caso seja o desejável. A poda pode proporcionar o crescimento de novos brotos, formando novos caules.

Caso você queira realizar uma poda leve, certifique-se de retirar as pontas das vinhas que são muito longas. Após isso, você pode escolher propagar a sua planta com as mudas retiradas através da poda. Além disso, você pode limpar as folhas regularmente com a ajuda de um pano macio e levemente umedecido a fim de remover a poeira.

Vasos da planta jiboia

A flexibilidade do cultivo da jiboia permite utilizar quase qualquer tipo de vaso para mantê-la. No entanto, de maneira geral, recomenda-se a escolha de um recipiente que possua orifícios de drenagem no fundo, pois assim, permite que o excesso de umidade seja drenado livremente para que o solo não permaneça encharcado.

Os potes de barro absorvem a umidade do solo, fazendo com que seque mais facilmente, o que exigirá regas mais frequentes. Já os vasos de plástico retêm mais umidade e, dessa forma, exigem menos irrigação. No entanto, você deverá monitorar regularmente a umidade do solo para que não fique muito encharcado.

Além disso, a jiboia permite o cultivo em cestos suspensos, de maneira que não requer o estaqueamento e pode fornecer um ótimo visual com suas vinhas pendendo.

Pragas e doenças da planta jiboia

A jiboia é uma planta fácil de manter e raramente é afetada por pragas. No entanto, não é livre de aparecimento de eventuais cochonilhas e ácaros-aranha.

Para tratar a presença de cochonilhas, certifique-se de limpar as áreas afetadas com um cotonete ou bola de algodão embebida numa mistura de água com detergente ou álcool 70%. Você pode se livrar dos ácaros-aranha pulverizando a planta com um pesticida natural, como o óleo de neem.

Ademais, lembre-se de permitir o solo secar entre as regas para deter o surgimento de mosquitos.

Propagação da planta jiboia

A planta jiboia é incrivelmente fácil de propagar, sendo esse um dos motivos mais divertidos de se cultivar uma jiboia em casa.

Você pode propagá-la diretamente na água, ou no solo. Se estiver propagando na água, você terá a opção de movê-la para o solo assim que ela tiver uma quantidade razoável de raízes. Mas você pode apenas mantê-la crescendo na água.

Como fazer muda da planta jiboia

Assim como citado anteriormente, a planta jiboia se espalha facilmente e as mudas podem ser utilizadas para multiplicá-la, ou ser aplicada no próprio solo de uma planta já estabelecida para torná-la mais cheia.

Para isso, corte uma ponta da haste com cerca de 12 a 15 centímetros e que possua uma ou algumas folhas anexadas. Você também pode se certificar de haver botões terminais do crescimento da estação atual. Caso em vez de inseri-la diretamente na água para mantê-la, você preferir plantá-la no solo, espere a muda secar por 24 horas e plante-a. O tempo para começar a enraizar leva pelo menos 4 semanas.

A jiboia é uma planta tóxica?

Apesar de popular, a jiboia infelizmente é considerada levemente tóxica para gatos, cães e humanos. Isso porque, esta planta contém oxalatos de cálcio que, se ingeridos, podem causar queimação intensa na boca, língua e lábio, além de vômitos.

Apesar disso, os sintomas podem ser leves ou graves, no entanto, não devem ser fatais. Se você suspeita que seu animal de estimação ou criança tenha ingerido a planta e está apresentando sintomas, uma visita ao médico ou veterinário deve ser o próximo passo.

Alguns erros de cultivo ou mesmo o acometimento de doenças da planta jiboia podem ser evidenciados a partir da aparência da planta. Você poderá observar o perecimento de folhas, mudança nas cores e comportamento da mesma.

Para tanto, atente-se para os sinais de sua jiboia e descubra como revigorá-la de maneira adequada, para que permaneça a prosperar e iluminar o ambiente. Veja a seguir dicas de como resolver os problemas mais comuns da planta jiboia.

Folhas amareladas da planta jiboia

A rega excessiva pode ser um dos principais motivos para fazer com que a sua jiboia venha a perecer. Você pode observar esse problema através do amarelecimento das folhas. Isso pode ser um sintoma da podridão radicular e sua planta pode estar danificada. Para isso, diminua a quantidade de rega e certifique-se de deixar o solo secar entre as regas.

Caso a planta esteja muito danificada, propague novas mudas com hastes que estiverem verdes e saudáveis e descarte as que estiverem morrendo.

Caules apodrecendo

Embora a jiboia seja muito menos exigente do que outras plantas, o sinal de apodrecimento dos caules também pode ser um sinal da rega excessiva. Dessa forma, siga os passos adequados para a rega da planta e certifique-se também de que o solo em que a jiboia está estabelecida é bem drenado.

Para evitar o perecimento da planta, você pode optar por uma mistura de solo e matéria orgânica com boa drenagem e adicionar areia e pedra-pomes.

Folhas amarronzadas nas pontas

O aparecimento de folhas apresentando características de pontas marrons e secas, é sinal de baixa umidade. O ar seco pode causar o perecimento das folhas e o aparecimento de manchas escuras nas bordas e pontas da folha.

Dessa forma, descubra maneiras fáceis de aumentar a umidade do ambiente de sua casa. Isso pode envolver a obtenção de um umidificador, mas você também pode borrifar as folhas com água de maneira regular.

Perda da variegação

A perda da variegação é observada quando as folhas da sua planta apresentam-se quase todas verdes. As folhas da jiboia perdem sua variegação quando não recebem luz solar suficiente. Para tanto, recomenda-se posicionar a planta onde ficará exposta à luz solar indireta e brilhante.

Entretanto, caso sua planta esteja desenvolvendo novas folhas verdes e sólidas, não se preocupe, elas se tornarão variegadas à medida que envelhecem.

Agora que você conhece as principais características e as principais condições de cultivo da jiboia, notará que ela é a opção ideal caso esteja procurando uma planta de interior fácil de cuidar e que além de crescer rapidamente, também impressiona.

Não deixe de aproveitar nossas dicas de cultivo e empregue uma jiboia em sua casa através de uma cesta suspensa de modo a deixar a folhagem formar uma cascata para uma exibição elegante. Ou mesmo posicione-a no quarto, sala ou escritório para desfrutar de seus benefícios de purificação do ar.


fonte: portalvidalivre.com

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. MARCELO BRASIL diz:

    Estou cultivando essa linda planta. Tenho 6 variedades, todas estão se desenvolvendo muito bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.