Árvores

Pata de vaca: Planta ornamental e medicinal

A pata-de-vaca é uma árvore muito florífera, originária da China e da Índia, e largamente utilizada na arborização urbana no sul e no sudeste do Brasil.

Essa planta pertence à família Fabaceae e seu nome científico é Bauhinia variegata.

Também conhecida por árvore-orquídea ou casco-de-vaca, pode atingir até 12 metros de altura e é uma espécie semidecídua, ou seja, que perde somente uma parte das folhas no outono.

O tronco tem cerca de 30 a 40 cm de diâmetro, é tortuoso e costuma ter o fuste curto, ou seja, ramifica com pouca altura ou mesmo desde à base. Sua ramagem é esparsa, ramificada e, formando uma copa cheia e ampla na primavera e verão, fornecendo boa sombra.

As folhas são redondas, coriáceas, com nervuras claras, bilobadas e, devido ao seu típico aspecto de pisada de casco bovino, são responsáveis pelo nome curioso desta árvore.

A floração da pata-de-vaca acontece no final do inverno e durante a primavera. As flores são vistosas e pentâmeras, de cor lilás, com longos estames. A intensa floração atrai muitos insetos e aves silvestres

A pétala superior da flor é modificada e apresenta cores mais intensas, o que confere o aspecto de orquídea, embora não haja relação entre as espécies.

Os frutos que se seguem são do tipo legume, deiscentes, achatados, pardos, longos e secos, com sementes lenticulares. Eles permanecem por meses na árvore, mesmo após a maturação. Ocorre ainda uma variedade de flores brancas, denominada Bauhinia variegata ‘Candida’.

SHOPEE.COM.BR

40 Sementes Pata De Vaca de Flor Branca

Por seu porte pequeno, rápido crescimento e beleza, além de não apresentar raízes agressivas é que a pata-de-vaca é a espécie ideal para calçadas, canteiros centrais e quintais pequenos, comuns às grandes cidades. Também é extensamente utilizada em parques e praças, além de áreas condominiais.

Suas flores delicadamente perfumadas encantam e atraem a atenção. Por esse motivo, não raro é utilizada como ponto focal no paisagismo. Seu cruzamento com a Bauhinia purpurea, deu origem a um híbrido muito famoso, de flores pink, a Bauhinia x blakeana, conhecida também como Bauínia-de-hong-kong.

Cuidados com a Pata de vaca

Deve ser cultivada em solo fértil, drenável e profundo, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente nos dois primeiros anos, mantendo o solo ligeiramente úmido, mas não encharcado, porém, depois de adulta suporta épocas de estiagem.

É suscetível ao ataque de cochonilhas e se não tratada, rapidamente evolui para a contaminação por fumagina. Controle as pragas podando os ramos afetados assim que notar que o ramo foi acometido. Podas de limpeza no fim do inverno também auxiliam na prevenção de pragas e doenças.

É uma árvore muito rústica, que necessita de poucos cuidados, mas para uma planta mais saudável e garantir maiores floradas, adubar no final do inverno com esterco de gado bem curtido e farinha de osso e durante a floração com adubo mineral NPK 4-14-8. Aplicar na projeção da copa, nunca junto ao caule.

Tolera geadas e frio, mas desenvolve-se melhor em clima ameno a quente. Não se adapta a áreas litorâneas, pois é sensível à salinidade do solo e ao ventos intensos.

Multiplica-se por sementes recém colhidas, no momento em que começam a cair sozinhas. Disponha-as em saquinhos com substrato mantido úmido. A germinação ocorre em cerca de 15 dias. Também é possível propagá-la por estacas e alporques de ramos semilenhosos.

Uso Medicinal da Pata de Vaca

Esta espécie contém compostos químicos capazes de auxiliar no combate ao diabetes e a outras enfermidades, geralmente extraídos de sua folha, flor e casca. Descobriu-se então, uma propriedade importante: ela tem uma proteína semelhante à insulina, o hormônio produzido pelo pâncreas, fundamental no processo de controle da taxa de glicose no sangue.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.