Ornamentais Plantas

Pingo de ouro: Planta muito versátil que ilumina qualquer paisagem

O paisagismo avançou muito nas últimas décadas, ainda que tenha estado presente e se desenvolvido desde muito tempo, por exemplo, na Idade Média, principalmente nas cercanias de castelos europeus. Acontece que cada vez mais a união entre estética apurada e praticidade tem vindo à tona.

Quando falamos em paisagismo, uma das lembranças mais fortes é a cerca viva. Desse modo, também imediatamente associamos à ideia do pingo de ouro como planta ornamental. Além de bonita, a cerca viva com o arbusto é funcional e apresenta vantagens práticas e interessantes.

Crescimento rápido, manutenção descomplicada, privacidade, segurança e versatilidade de utilizações são apenas algumas dessas vantagens. Além disso, quando se quer delimitar um espaço e, ao mesmo tempo, não tirar totalmente a visão, a cerca viva pequena de pingo-de-ouro pode ser uma solução eficaz.

A criação de caminhos, sejam curtos ou mais longos, entrega um complemento de paginação excelente. Por outro lado, quando se quer privacidade em um local verde com piscina, a utilização da planta será perfeita.

Enfim, são muitas formas de utilizar um belo e extremamente versátil componente natural como o pingo de ouro, que está presente em grande parte dos jardins do país.

Versátil, a pingo de ouro pode ser usada de diferentes formas no paisagismo externo de jardins e áreas públicas, como calçadas.

Características

pingo de ouro (Duranta erecta) é uma espécie da família Verbenaceae , nativa do México até a América do Sul e o Caribe. Possui um ciclo de vida perene e presenta-se como um arbusto ereto, que pode atingir até 6 metros de altura. Por ser uma planta de origem tropical se adaptou facilmente ao Brasil.

Uma das características interessantes do pingo de ouro é o fato de que, quando não podado, ele produz flores pequenas, roxas, rosadas ou brancas, que dão à espécie um de seus nome populares: violeteira. Embora as flores tenham importância ornamental secundária, atraem muitos polinizadores, principalmente abelhas e borboletas.

Seus frutos sim, são bastante ornamentais, criam um efeito paisagístico bastante interessante, devido ao seu formato esférico, de cor amarelo-ouro a laranja, formando cachos pendentes, justificando seus outros nomes populares, pingo de ouro ou brinco de oxum.

No outono, a pingo de ouro produz pequenos frutos não comestíveis, tóxicos e venenosos para humanos e animais domésticos. No entanto, os pássaros consomem sem nenhum prejuízo.

Para conhecer bem o que é pingo de ouro e assim poder entregar os cuidados necessários ao arbusto, é preciso ter em mente que ele se desenvolve melhor a pleno sol. Suas folhas possuem coloração amarelo-dourado, principalmente nas folhas jovens.

Por, geralmente, cumprir a função de cerca-viva, isolamento e até mesmo bonsai, não é indicado para jardins de baixa manutenção, exigindo podas frequentes, até para que as folhas não percam a tonalidade dourada.

A característica mais vantajosa dessa planta é o seu crescimento rápido, ou seja, se você precisa de uma espécie capaz de cobrir rapidamente uma área, aposte na pingo-de-ouro.

A planta pingo de ouro floresce na primavera, mas apenas quando não é podada. As flores são pequenas e delicadas em cores que variam entre o branco, o lilás e o rosa.

Como plantar pingo de ouro

Para plantar pingo de ouro você vai precisar de uma muda já no ponto de replantio ou, então, fazer sua própria muda. Para isso, basta retirar um galho com cerca de 15 cm, de preferência das pontas, de uma planta já adulta e saudável.

Mergulhe esse galho em um copo ou jarro com água limpa e aguarde até o surgimento das raízes e primeiros brotos.

O próximo passo é fazer o plantio dessa muda em um vaso ou saquinho até que a plantinha esteja mais forte e resistente. Esse processo leva cerca de 15 dias.

Após aguardar esse período, faça o transplante para o local definitivo. Pode ser um vaso ou canteiro, o importante é garantir solo fértil e adubado para que a planta cresça. Lembre-se ainda de oferecer um bom sistema de drenagem, caso a planta pingo de ouro seja plantada em vaso.

Para isso, a dica é preencher o fundo do vaso com argila expandida e carvão vegetal. Em seguida, coloque uma camada de manta bidim ou um pedaço de TNT para facilitar o escoamento da água e impedir que a terra e os nutrientes sejam perdidos.

Em canteiros, o ideal é manter um distanciamento mínimo de 30 cm entre uma muda e outra.

A planta pingo de ouro pode usar estacas para formar mudas.

Como cuidar pingo de ouro

A planta pingo de ouro é rústica e fácil de cuidar. Mas, nem por isso, ela dispensa alguns cuidados importantes. Veja a seguir como cuidar da pingo de ouro direitinho:

Iluminação e temperatura

A pingo de ouro precisa de luz solar direta para permanecer bonita e saudável, inclusive, a tonalidade amarelo dourado da planta é resultado da sua exposição ao sol. As espécies cultivadas na sombra não possuem essa cor, ficando com as folhas esverdeadas.

Regas

Para acertar nas regas da pingo de ouro o ideal é oferecer água apenas quando o solo estiver seco. A planta não tolera solos encharcados, por isso, reduza as regas no inverno. Já no verão, as regas podem ser mais frequentes, mas ainda assim sem exageros. Só não pode deixar o solo seco demais.

Adubação

Toda planta cresce mais bonita e saudável quando tem um bom aporte de nutrientes. Com a pingo de ouro não seria diferente. Apesar de não ser exigente, é importante manter a regularidade da adubação.

Sempre que possível, a melhor opção é o adubo orgânico, proveniente de composteiras, ou do tipo esterco bovino. Para estimular a floração, adube a planta no inicio das estações.

A planta pingo de ouro no vaso é tão popular, quanto no jardim. Inclusive, ela acaba sendo muito utilizada na arte do bonsai.

Podas
Uma das maiores exigências da pingo de ouro é com relação as podas. Ela precisa ser podada com frequência para não perder o formato. Inclusive, vale citar que a pingo de ouro é uma das espécies preferidas para quem aprecie a arte da topiaria.

Ou seja, essa é uma planta feita para ser podada. No entanto, caso deseje ver sua pingo de ouro florescer, as podas não podem ser tão frequentes.


Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.