Folhagem Ornamentais

Planta Hera: saiba mais sobre essa planta versátil e fácil de cuidar

A Hera é uma espécie com cores muito características, que gosta de espaço e gosta de espaço e cresce em várias direções, podendo ser cultivada tanto como planta pendente quanto como trepadeira ou forração, para cobrir determinadas áreas do jardim.

É conhecida pelo nome científico de Hedera Helix, e é o tipo de planta que encanta todos os tipos de olhares. Conforme você dá todos os cuidados necessários, ela se desenvolve e fica cada vez mais vistosa.

A seguir, veja como cuidar da espécie, que ficou famosa por suas folhas de cores e formas diversas.

Características da planta Hera

A Hera pode apresentar folhas recortadas em diversos padrões e tons de verde ou ainda variegadas – quando tem manchas mais claras. É bem fácil reconhecê-la pelas folhas em formato de estrela. Crescem facilmente em diversos climas e são belos complementos para qualquer jardim.

Esta planta é utilizada no paisagismo e na decoração de ambientes. Isso porque ela é capaz de levar muita vida para dentro da sua casa ou, ainda, para o seu quintal. Tudo depende da sua criatividade!

Há muitas razões para cultivá-la: ela pode ser usada para paisagismo, criando mais áreas verdes; em vasos suspensos; em cercas; ou pérgolas. Também pode ser cultivada em espaços abertos para revestir os canteiros. A planta é muito versátil.

Suas cores são sempre muito características. Por isso, se você observar, por exemplo, folhas amareladas, é necessário ligar o alerta. Mas fique tranquilo! Falaremos sobre isso no decorrer do post.

Como cuidar do solo

Para plantas em vasos, use a fórmula: solo superficial, solo comum e areia de construção na proporção de 1:1:1. Adicione substratos para garantir que o solo seja rico em matéria orgânica e fértil. Dessa forma, a Hera se desenvolverá melhor.

Não se esqueça da camada de drenagem! Você pode fazê-lo com pedra britada ou argila expandida. Pode colocá-los antes de inserir o substrato ou o solo no vaso. A Hera não tolera solo encharcado, por isso é importante que a água drene facilmente.

Além disso, você também pode verificar como está a secura do solo. Apesar da falta de tolerância da Hera com solo encharcado, tê-lo úmido é importante para o crescimento da planta.

Outro detalhe importante sobre a umidade do solo: se você deixá-la muito extrema, provavelmente as raízes da planta vão apodrecer. Isso prejudicará todo o cuidado já feito, então mantenha a atenção.

Regas

No verão, é indicado regar até três vezes na semana, principalmente se estiver em um local com vento. Então, se deixar sua planta hera na varanda, atente-se a isso.

No inverno, por sua vez, duas vezes por semana costuma ser suficiente. Durante períodos chuvosos, preste atenção na umidade do solo, como recomendamos no parágrafo anterior. Principalmente se você cultivar a planta Hera no quintal de casa.

Caso você note que o solo está muito seco, sinta-se à vontade para fazer a rega. Isso pode ocorrer depois de uma viagem ou alguma situação parecida. Então, com esses cuidados básicos, sua plantinha ficará bem.

Ambiente

A Hera é uma planta que se adapta bem a diferentes ambientes e espaços. Podem ser cultivadas a pleno Sol ou sombra parcial, ou seja, em espaços abertos e ensolarados ou em interiores, como quartos e escritórios.

O que afeta a cor das folhas é a exposição à luz. Portanto, se você colocar um vaso de Hera em um espaço interno mal iluminado, as folhas ficarão completamente verdes, perdendo os tons mais claros que aparecem no centro ou nas bordas.

Se você quiser colocá-lo em pleno sol, o ideal é passar por um processo de endurecimento, no qual você coloca a planta pouco a pouco ao sol para aclimatá-la à fonte de luz. Atente-se a isso se você quiser aprender como cuidar da planta Hera.

Uma excelente forma de cultivar a planta Hera é deixá-la em prateleiras na varanda. Assim, ela receberá luz na medida certa. E você certamente terá uma planta muito mais vistosa em casa!

Poda e muda: Como fazer?

A poda é muito necessária, pois a Hera cresce facilmente e propaga-se com a mesma facilidade. Esse processo, quando feito no período certo, ajuda a controlar essa propagação e remover folhas velhas, secas ou amareladas.

Você pode usar acessórios necessários para concluir esse processo, como tesouras de jardim, que ajudarão a remover essas folhas.

Agora, em relação às mudas, é um processo muito simples! Sob as folhas, geralmente as raízes ficam soltas e, por isso, precisam ser cortadas em pequenas seções e plantadas no solo. Esta planta é fácil de propagar.

Então, você não precisa enterrar as raízes, apenas colocá-las no solo. Porém, se for distribuir alguma muda, tome cuidado: esta é uma planta venenosa, então tenha atenção ao enviar a planta para pessoas com crianças e animais em casa.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.