Ornamentais

Rhaphidophora Tetrasperma: como cuidar da Mini Costela de Adão

Rhaphidophora Tetrasperma é uma ótima opção de planta ornamental para compor ambientes internos em uma pegada estilo urban jungle. Devido ao seu tamanho, é uma versão bem menor da bela e desejada Costela de Adão.

Ficou confuso com o nome porque achou que fosse uma mini Costela de Adão? Parece mesmo. Ambas são da família das Aráceas porém de gêneros completamente distintos. Inclusive esta é nativa da Malásia enquanto a sua semelhante (Monstera deliciosa) é da América tropical.

A mini monstera apresenta folhas coríaceas, verde-escuras, brilhantes e com os recortes e buracos característicos.  As folhas jovens e pequenas muitas vezes não apresentam os recortes característicos, deixando-a parecida com um filodendro comum, principalmente se a planta estiver recebendo pouca luz.

O caule é volúvel e pouco ramificado e comporta-se como um filodendro, trepando sobre suportes, ou com característica pendente. Emite raízes adventícias nos nós que permite que ela se fixe ao suporte. Floresce na primavera e verão.

Seu manejo é considerado ainda mais fácil que a Costela de Adão, mas ainda é difícil de encontrar a mini monstera nas floriculturas, embora a demanda seja crescente.

Ela dá um toque bem tropical e despojado à decoração, o que a torna a favorita de muitos decoradores e arquitetos atualmente. Como outras espécies do gênero Araceae, a mini Costela de Adão é uma planta muito rústica e resistente a pragas e doenças.

Ela possui oxalatos de cálcio em suas folhas que a tornam tóxica para seres humanos e animais domésticos mas ao mesmo tempo protegem a planta de lesmas, lagartas e uma infinidade de pragas comuns a outras espécies.

Como Cuidar da Mini Costela de Adão

Sobre os seus cuidados é uma planta de fácil cultivo e de crescimento muito rápido. Ideal também para quem quer uma planta trepadeira que logo irá escalar a parede ou o suporte que estiver servindo de guia.

Luminosidade

Para o seu melhor desenvolvimento ela necessita de um ambiente bastante iluminado, podendo receber o sol direto da manhã, pois esse é bem fraco e não corre o risco de queimar a planta.
Locais perto de janelas são bastante indicados por receberem bastante luz indireta.
Se a planta não estiver em local adequado ela irá apresentará pequenas folhas que muitas vezes podem até chegar a não “partir” além de ter um crescimento muito lento o que não é nada comum da sua espécie.

Rega

Gostam de um substrato um pouco mais úmido, então evite que o substrato seque totalmente para fazer a rega. A frequência irá mudar de acordo com as condições da sua região e da estação do ano. Dessa forma, com o tempo você irá entender as necessidades da sua planta. No inverno, se as temperaturas estiverem muito baixas, a rega deve ser menor já que a água não irá secar tão rapidamente quanto no verão.
Essa planta também aprecia um ambiente com maior umidade, então se você tiver um umidificador em casa, poderá utilizar perto da sua planta, principalmente em dias mais secos que ela irá gostar bastante.

Propagação

Além de ser uma planta de fácil cultivo e que não exige muitos cuidados. Ela também se multiplica facilmente através de estaquias.
Faça um corte com nó, utilizando sempre uma ferramenta limpa e esterilizada, e depois poderá plantar no substrato, no musgo ou na água. Após alguns dias as novas raízes surgirão e ela irá se desenvolver naturalmente.

Produtos que podem te interessar

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.