Flores

Russelia equisetiformis: como cultivar a Russélia

A russélia é uma planta pendente nativa do México e da Guatemala. Ela pertence à família Plantaginaceae e seu nome científico é Russelia equisetiformis.

Essa planta pode atingir um comprimento de até 2 metros. E isso se deve ao fato da russélia ser um planta pendente. Apesar desta planta crescer bem menos quando cultivada em vasos.

A russélia é uma planta de ciclo de vida perene, e florífera. A floração ocorre normalmente na primavera e verão. A inflorescência desta planta é belíssima e com flores tubulares. E as cores das flores são bem variadas. É uma ótima opção para colorir o jardim, já que pode ser encontrada nas cores vermelha, amarela ou branca.

Também conhecida como flor de coral, a espécie é muito utilizada para enfeitar áreas externas e quintais, tendo em vista que precisa de exposição ao sol para florescer.

Os frutos são do tipo cápsula e têm pouca importância decorativa.

Atrai beija-flores e borboletas. Eventualmente pode escapar ao cultivo e tornar-se invasiva.

Como cultivar a rossélia

 A russélia gosta de boa umidade, clima quente e bastante sol. É uma planta bem tolerante a diversos tipos de climas, pois aceita o cultivo em clima ameno e também em clima frio.

Mas o recomendado é o cultivo em clima quente e em sol pleno. Caso o cultivo da planta russélia seja em meia sombra, é importante expor ao sol ameno da manhã. Isso ajuda na sua floração e crescimento!

Essa planta precisa de no mínimo 5 horas de sol pleno por dia. Mas se você conseguir oferecer 7 horas de luz solar indireta também ajuda bastante.

A temperatura ideal para cultivar a russélia é entre 14°C e 30°C. Trata-se de uma planta bem rustica, que tolera bem altas temperaturas e também o frio, assim como ventos fortes!

Melhor substrato para a Russélia

A russélia gosta de um substrato com bom nível de matéria orgânica e que seja fértil. Mas é importante que o substrato tenha uma ótima drenagem para evitar o apodrecimento da raiz.

Se o cultivo desta planta for em vaso, o substrato recomendado é terra vegetal, húmus de minhoca e terra de jardim. Mas o vaso para essa planta deve ser de tamanho médio ou grande.

Se você quiser cultivar essa planta em um vaso suspenso pode. Ela aceita o cultivo em vasos no chão ou até mesmo jardineiras.

Caso o cultivo desta planta seja diretamente no solo, o mesmo deve ser fértil, ter boa drenagem e não acumular água. Mas se você quiser melhorar a qualidade do solo para essa planta use bastante esterco de animal curtido.

Dica: Tanto o cultivo em vaso, como no solo, o recomendado é que você use farinha de osso a cada 2 meses. O fósforo e o potássio ajudam bastante na floração e crescimento desta planta.

Regas

A russélia não tolera muito bem a estiagem. Ela gosta do substrato ou solo levemente úmido. Portanto, não tolera nem o excesso e nem a falta de água.

Por isso é muito importante você manter o substrato ou solo desta planta sempre úmido. A russélia tolera um curto período de tempo com o substrato ou solo seco.

Se o cultivo for em vaso, as regas no verão são quase diárias. E no inverno são a cada 5 dias ou mais. É claro que isso depende do local de cultivo, tamanho do vaso, clima do momento e qualidade do substrato.

Mas caso o cultivo da sua russélia seja no solo, as regas no verão são a cada 2 dias ou mais. E no inverno dependendo do volume de chuvas, as regas podem ser suspensas.

Podas

Se achar necessário corte alguns galhos para dar ventilação a planta e brotos altos que surgirem, mas evite a poda drástica de toda a planta (nunca vai recuperar sua beleza original). Se a planta apresentar perda de vigor, adube e deixe o novo crescimento emergir e cobrir o antigo (que poderá ser removido mais tarde).

Sobre o nome ‘Russelia’

O nome Russelia homenageia o naturalista escocês Alexander Russell (1715-1768), dado ao gênero pelo cientista holandês Baron Nikolaus von Jacquin (1727-1817).

Já o termo latino equisetiformis significa “como Equisetum”, que quer dizer “como rabo de cavalo”, em referência ao hábito de crescimento dessa planta.

Propagação

Multiplica-se principalmente por divisão da touceira. Faça estacas das pontas do caule na primavera.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.